Especiais

Birra: 14 dicas para você não chorar com o seu filho

Não é nada fácil assistir a um ataque de birra, mas é possível lidar com o problema

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

birra

1. Espernear, se jogar no chão ou emburrar. Algumas dessas atitudes é familiar quando se trata do seu filho? Se sim,  você pode transformar essa situação em um momento de aprendizado;

2. Apesar de pequeno, o bebê também faz birra. Saiba a partir de que idade a criança passa a lidar com a negação. Veja as respostas aqui;

Anúncio

FECHAR

3. Mais conhecida como fase da birra, os terríveis 2 anos prometem deixar os pais de cabelo em pé. Mas nada melhor do que conhecer as transformações na vida da criança para saber lidar melhor com a nova fase;

4. Você está louca para dormir, mas parece que seu filho está longe de fechar os olhinhos. Como proceder quando seu pequeno resolve se unir á birra antes de dormir?;

5. “Eu quero agora!” A criança é assim mesmo, certo? Não. Falta de educação não é normal. Entenda mais sobre esse comportamento;

6. Comportamentos que ocorrem por razões diferentes, manha e birra não são a mesma coisa. Saiba como lidar com eles;

7. Birra só faz sentido se tiver público. E é a causa do vexame na rua e os pais têm até vontade de sumirem. Mas isso pode ser diferente! Tente usar essas 5 estratégias;

8. Quanto tempo dura uma birra? Segundo a nossa colunista Nanna Pretto, mãe e Rafael e Gabriel, controlar a birra é um exercício de tentativa e erro.  Ela compartilhou sua experiência com a gente;

9. Você já sabia, mas pesquisa confirma que birra de criança é o som mais irritante do mundo. Informe-se sobre o estudo feito por psicólogos americanos;

10. Não precisa ser durona para criar uma criança menos birrenta. E não se desespere! Criamos um passo a passo para você seguir durante um ataque de birra;

11. As crianças procuram atenção e, se os pais  perderem o controle no momento, elas vão entender que estão “ganhando”. O psicólogo Eduardo Coutinho Lopes, responde a dúvidas das mães sobre birras. 

12. A fobia escolar pode ser associada à ansiedade de se ver longe dos pais e é bem diferente de birra: é uma dificuldade que tem de ser cuidada. Conheça as diferenças;

13. Para que a criança se desenvolva e seja capaz de negociar as suas próprias vontades é preciso que os pais sejam firmes. Entenda como fazer isso sem perder a ternura;

14. Ensinar seu filho a esperar pode ajudar no combate a birra. Veja 8 motivos do por que ensinar;

O tema “Criança Rei X Birra: qual o caminho do meio” será abordado pela Melinda Blau, escritora norte-americana, no nosso Seminário Internacional “Mãe também é gente”, que ocorrerá dia 15 de maio no WTC (World Trade Center São Paulo), na zona sul de São Paulo. Inscreva-se aqui.

rodapé novo correto