Gravidez

Conheça os sinais que indicam o momento de ir para maternidade

Reconhecer o trabalho de parto pode ser difícil

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

O trabalho de parto é diferente em cada mulher (Foto: Shutterstock)

O trabalho de parto é diferente em cada mulher (Foto: Shutterstock)

O casal Aniyia Williams e Marco Rogers, que moram São Francisco, sabem o quão difícil é reconhecer um trabalho de parto. O pai contou no Twitter que acabou ajudando sua filha nascer em casa mesmo, porque não deu tempo de chegar ao hospital. No fim, deu tudo certo, mas o relato é cômico.

Leia também

4 exercícios que ajudam a se preparar para o parto

Anúncio

FECHAR

8 coisas que ninguém te contou sobre depressão pós-parto

4 respostas sobre o uso de cinta no pós-parto

O trabalho de parto difere de mulher para mulher, então é difícil generalizar como ele começa. Mas a enfermeira enfermeira obstetra Cinthia Calsinski reuniu as principais ocorrências que anunciam que é chegado o momento do bebê nascer:

1- Rompimento da bolsa
Pode ser rompimento baixo, próximo à vagina, no qual a mulher sente um líquido escorrendo ou um cheiro parecido com água sanitária, ou rompimento alto, em que o volume de água geralmente é menor. Quando a quantidade é pequena, o que chama a atenção da mulher é o odor característico.
No caso de rompimento da bolsa, sabe-se que o parto está próximo. Porém apenas o rompimento, sem contrações, não indica trabalho de parto ativo e pode ser necessário a antibioticoterapia (emprego de antibióticos no tratamento de infecções causadas por bactérias) após algumas horas que a bolsa se rompeu.

Menstruação no pós-parto

Atenção, grávidas: as novas regras para parto normal e cesárea começam a valer a partir de hoje!

9 segredos sobre a gravidez que ninguém te conta (mas deveria)

2- Saída do tampão mucoso
Sai uma secreção espessa, que protege o bebê de contaminações externas, e normalmente a mulher a percebe na calcinha ou no vaso sanitário. Mas a saída do tampão mucoso não indica necessariamente que o parto está próximo, pois, mesmo depois disso, a mulher pode dar à luz depois de 10 dias ainda.
A saída do tampão só indica que o parto está próximo se houver contrações junto. Se não isso não acontecer, a mulher pode ter que iniciar a antibioticoterapia também.

3- Contrações uterinas ritmadas
De duas a três contrações uterinas ritmadas em 10 minutos indica que já é hora de ir para o hospital. Os intervalos são constantes e a mulher sente cólicas parecidas com uma dor de barriga intestinal, porém há irradiação para a lombar. A cólica é o músculo se contraindo para dilatar o colo uterino e posteriormente expelir o bebê.

Cinthia explica que a mulher pode ficar tranquila nessas situações, porém, em casos de sangramento vivo, rompimento de bolsa com saída líquido esverdeado e contrações fortes com intervalos pequenos, como um minuto, ela deve procurar um atendimento urgente.

Conheça 7 dicas de planejamento para um pós-parto mais calmo

Médicos fazem cesárea, mas bebê nasceu de parto normal. Entenda

Sexo depois do bebê: 7 maneiras para deixar tudo ainda melhor