Pais

Sexo depois do bebê: 7 maneiras para deixar tudo ainda melhor

Dicas para não perder o pique depois do nascimento do seu filho

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

sexo depois bebê dicas

Usar lubrificante e masturbação podem ajudar na retomada da rotina (Foto: Shutterstock)

Algumas mulheres mal esperam a hora de saltar de volta para a cama com seu parceiro logo após o nascimento do bebê. Mas ficar ocupada (muito ocupada) nesse período é muito comum e pode ser difícil para muitas das novas mães. Sem contar com a dor persistente de pós-parto, hormônios em fúria, baby blues ou depressão pós-parto, as estranhas mudanças corporais e, claro, a maior morte da libido: a pura exaustão de ter um recém-nascido.

Mesmo quando você começou a se acostumar com um cronograma e a sentir que leva jeito na maternidade, ter de volta a vida sexual que você costumava ter pode parecer impossível. Bem, nós estamos aqui para lhe dizer que não, não é. (Precisa de provas? De acordo com um estudo recente, um total de 94% dos entrevistados afirmaram estar satisfeitos com suas vidas sexuais pós-bebê, e mais da metade disse que ter um bebê melhorou as coisas. UAU!). A verdade é que isso leva algum tempo e esforço. Estas dicas podem ajudá-la a trazer de volta o calor e a conexão que fizeram vocês terem seu filho, em primeiro lugar.

1-Não se apresse para o momento. Seu parceiro pode estar esperando que seja logo, mas o seu novo corpo de mãe precisa de tempo para se recuperar! Nem será preciso dizer que você deve esperar para ter relações sexuais até que o seu médico dê o sinal verde – geralmente em torno de seis semanas, embora esse período possa demorar mais, dependendo da sua situação.

Anúncio

FECHAR

Leia também

A gravidez muda a menstruação

Filhos de dois pais ou duas mães serão uma realidade em 2 anos, dizem pesquisadores

Dá para amamentar e manter a vida sexual plena

2- Supere o seio gotejante. Ou sua cicatriz. Ou o peso extra do bebê que você ainda está carregando. Mudanças no corpo depois da gravidez podem fazer até mesmo a mulher mais confiante se sentir menos otimista. Para o bem da sua própria felicidade e seu relacionamento, é hora de desligar desses sentimentos, mesmo que apenas por pouco tempo. Veja como: tome um banho, vista um sutiã de amamentação sexy (sim, eles existem), e repita o seu nova mantra de mãe: essas mudanças no corpo são distintivos de honra para trazer um lindo bebê ao mundo. E, vamos ser honestos aqui: o seu parceiro certamente não está pensando sobre eles, ele é também muito feliz por finalmente estarem voltando à esse momento.

3- Use lubrificante (muito lubrificante)! Mesmo se o lubrificante nunca fez parte de seu repertório antes, ele vai ser o seu melhor amigo pós-bebê. Uma razão: “A amamentação pode reduzir o estrogênio, levando assim a secura vaginal”, explica Rachel Needle, Psy.D., psicóloga e diretora executiva licenciada no Whole Health Psychological Center em West Palm Beach, Florida. E ressecamento leva a… ai! Mas não é nada que um pouco de lubrificante à base de água – bom, na verdade, bastante – não consiga ajudar.

4- Se preparar até o grande evento. Se a penetração está te causando incômodo (e provavelmente isso vai acontecer), é bom levar as coisas devagar. “Mesmo que você tenha a energia para fazer algo com seu parceiro, vá devagar”, diz Vanessa Marin, uma terapeuta sexual da Califórnia que trabalha com os novos pais (e lembra-lhes que a intimidade não se limita a relação sexual). Portanto, tente a estimulação, manual e oral, estando nus, ou tomar um banho juntos. Qualquer coisa é melhor que nada, e você nunca sabe o que pode levá-la ao bom humor.

13 alimentos proibidos para crianças de até dois anos

50 brincadeiras para o seu filho

Mãe transforma alimentos orgânicos em personagens de filmes

5- Masturbação. Espere, o que?! Você não deveria estar focada em seu parceiro? Surpreendentemente, de acordo com Marin, algumas formas de auto-prazer são realmente a chave para obter a sua vida íntima de volta: “Seu corpo não foi totalmente seu por quase um ano, e é hora de começar a reabilitação do seu relacionamento com ele”, diz ela.

6- Na verdade, pare de pensar tanto em sexo. Parece uma contradição, mas ficar obcecada porque sua vida sexual não é o que costumava ser pode deixar você e seu parceiro se sentindo distantes e frustrados um com o outro. Então, apenas: pare. Reconheça o que está acontecendo e, em seguida, se concentre em outras partes de seu relacionamento. Diga ao seu parceiro algo que você gosta nele. Fale sobre suas memórias favoritas juntos. Tenham conversas que não sejam o bebê. Estas ligações irão lembrá-los das coisas que vocês amam sobre o outro e da relação que têm juntos, mesmo antes de começar uma família.

7- Use o controle de natalidade. Não, desculpe, a amamentação não conta. E nada vai matar a sua libido mais rapidamente do que ficar grávida (ou mesmo imaginar ficar grávida) tão cedo.

Sexo e casamento não precisam combinar o tempo todo

Sexo e discussão com o parceiro podem levar à longevidade

Saiba como lidar com o surgimento de dentinhos em recém-nascidos