Pais

Pai conta no Twitter como fez o parto da filha em casa, sem planejamento

A BOLSA ESTOUROU E NÃO DEU TEMPO DE CHEGAR AO HOSPITAL

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Pai faz parto de filha dentro de casa (Foto: Reprodução/Twitter Marco Rogers)

Pai faz parto de filha dentro de casa (Foto: Reprodução/Twitter Marco Rogers)

O casal Aniyia Williams e Marco Rogers resolveram contar como foi fazer o parto de sua filha recém-nascida, Noemi, em casa. Nada estava planejado, por isso, a descrição é desesperada e no mínimo engraçada. A família mora em São Francisco, nos Estados Unidos, e Aniyia queria um parto normal. Em seus tweets, o pai descreveu uma escala de um a cinco, sendo este o número que representaria as contrações mais fortes. A seguir, estão alguns tweets de um pai assustado com a situação:

Leia também

Suécia obriga pais a tirarem licença-paternidade de 3 meses

Anúncio

FECHAR

Mark Zuckerberg leva filha para vacinar e foto gera polêmica

Vídeo: como as pessoas reagem à amamentação em público

Marco: “Tenho de 10 a 15 minutos antes de ela acordar. Então essa é hora de contar a história de como fiz o parto da minha própria menina”.

Marco: “Então, sábado de manhã, minha mulher acordou com contrações. Foram cinco dias adiantados. Mas isso não era inteiramente inesperado”.

Marco: “Contrações mais fortes. Número quatro na escala. Lembro porque foi a primeira vez que um som involuntário escapou da boca da minha mulher”.

Ele também postou que conforme o tempo foi passando e Aniyia estava gritando de dor, ele fez a segunda ligação do dia para o hospital, a fim de ver se era a hora de eles irem para o local ter o bebê. A funcionária lhe informou de que era preciso esperar até as contrações terem de dois a três minutos de intervalo.

Marco: “Ah? Não diga”.

Aniyia se dirigiu até a banheira para melhorar a dor.

Marco: “E então aconteceu. De repente minha mulher disse que sentiu ‘um estouro e uma erupção’. Sua bolsa estourou”.

O casal tentou juntar freneticamente seus pertences e colocá-las no carro, mas os dois precisavam dirigir 20 minutos até o hospital.

Marco: “Minha esposa parou. Ela está reclamando. ‘Não vou conseguir. Vou ter esse bebê agora. Posso sentir a cabeça’. Ela sentou na sala de estar”.

"Ok, vocês todos podem relaxar. Foi isso. Foi esse o jeito como minha mulher e eu colocamos nossa criança no mundo. Na nossa cama", disse Marco em seu último tweet (Foto: Reprodução/Twitter/Marco Rogers

“Ok, vocês todos podem relaxar. Foi isso. Foi esse o jeito como minha mulher e eu colocamos nossa criança no mundo. Na nossa cama”, disse Marco em seu último tweet da saga(Foto: Reprodução/Twitter/Marco Rogers)

Aniyia pediu para Marco buscar o livro sobre gravidez O Que Esperar Quando Você Está Esperando”, pois há uma seção sobre emergência nele. Depois ela se dirigiu para o quarto do casal.

Marco: “Entrei no nosso quarto. Minha mulher estava na posição. Eu podia ver a cabeça do nosso bebê. Eu não tinha tempo para ler besteiras”.

Foi quando Aniyia pediu para que Marco enfiasse a mão e puxasse o bebê, porque ela achava que não conseguiria empurrar.

Marco: “Vocês todos. Não consigo descrever o que é tentar fazer isso. Tentar enfiar a mão e puxar uma criança para fora de uma vagina”.

Finalmente, a criança saiu e Marco começou a se desesperar, porque a recém-nascida estava “azul”. A menina não conseguia respirar, mas, de repente, cuspiu um fluido e soltou um forte choro. O pai de Aniyia estava na casa durante todo o processo e ligou para a emergência, que chegou a tempo de cuidar da bebê.

Marco: “Uma última coisa. O livro O Que Esperar Quando Você Está Esperando surtiu efeito. A emergência me ajudou a cortar o cordão umbilical. E usamos [o livro] como superfície”.