Engravidar

9 segredos sobre a gravidez que ninguém te conta (mas deveria)

Um deles é "Não coma por dois"!

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Conselhos indesejados na  gravidez? Você poderia escrever um livro sobre isso, sem dúvida (Foto: Shutterstock)

Conselhos indesejados na gravidez? Sem dúvida, você poderia escrever um livro sobre isso (Foto: Shutterstock)

Quando você está grávida, todos, desde a sua madrasta até estranhos no ônibus, parecem estar super-ansiosos para compartilhar conselhos, opiniões e histórias terríveis com você. (Se você realmente está bebendo isso/ comendo aquilo/ vestindo tal) Em algum momento, você vai aprender a sorrir e acenar educadamente enquanto coloca essas pessoas para fora. (Confie em nós, é uma habilidade útil) Mas existem algumas dicas que as mulheres grávidas realmente precisam ouvir – e há a possibilidade de sua mãe (nova) melhor amiga não mencionar algumas delas. Enquanto os seguintes conselhos ainda não são mencionados pelos estranhos, mantenha essas coisas em mente enquanto você estiver grávida:

1- É sério: não coma por dois
Ninguém ousaria chamar a atenção de uma mulher grávida por seus desejos malucos – cachorros-quentes e batatas fritas com mostarda extra? Vá em frente! Em um esforço bem intencionado para não ser intrometido ou ofensivo, você pode ouvir as pessoas te dizendo para comer o que quiser, manter sua barriga feliz, e o clássico: “Você está comendo por dois agora”. Desculpe, mas você realmente não deveria fazer isso. Nós não estamos dizendo que é fácil. A verdade é que, manter o ganho limitado de peso da gravidez é um desafio para a maioria das mulheres – e dizer que você pode comer por dois é o que deixa tudo mais difícil. Mas se você comer por dois – esquecendo, momentaneamente, que um de vocês é do tamanho de uma berinjela japonesa e definitivamente não precisa de uma segunda fatia de cheesecake – você vai ganhar muito peso, o que pode causar complicações para você e seu bebê , tanto agora como no futuro.

2- Gravidez é difícil – e está tudo bem não amar isso
As pessoas parecem ter esse desejo de lembrar as mulheres grávidas que esta é a mais bela experiência que se possa imaginar. Trazer vida ao mundo é algo magnífico, mas isso não significa que a gravidez é maravilhosa. Não há nenhuma dúvida de que o que está acontecendo em seu corpo é realmente incrível, mas seria bom ter um conselho sobre o quão desagradável isso pode fazer você se sentir às vezes. Não pense que você é uma péssima mãe desde já, só porque você não pode suportar as constantes corridas do banheiro, dor nos músculos, nas costas e indigestão o tempo todo. A gravidez é difícil para a mulher – qualquer mulher – e ninguém realmente gosta de cada minuto dela. Você pode amar seu bebê nascido sem amar tudo o que vem junto com a gravidez dele por aqueles nove meses.

Anúncio

FECHAR

3- Você precisa de roupas de maternidade – o mais rápido possível
Nós todos sabemos que as mulheres tentam caber na sua roupa “elástico” pelo maior tempo possível antes de ceder ao vestuário de maternidade. Quem estamos tentando enganar? Nós não apenas conhecemos essa mulher, como nós já fomos ela. Seus amigos mais íntimos e familiares querem que você se sinta bem com o seu corpo mesmo durante este tempo de mudança corporal – e é por isso que eles podem dizer, incorretamente, que você não parece mesmo estar grávida. Você está grávida e você parece grávida, e isso é uma coisa incrível! Não há necessidade de se esconder. O fato é que existem muitas opções de roupas de maternidade elegantes e acessíveis atualmente, e sua barrigona merece ter uma boa aparência e se sentir bem. Então, vá para o conforto e estilo e compre algumas roupas de maternidade bonitas antes que você não consiga fechar os botões do seu jeans muito apertado.

 

Tratamentos para engravidar: saiba os perigos de alguns medicamentos

Saiba quais sãos as chances reais de engravidar em cada idade

Tentando engravidar? Veja 12 dicas que podem aumentar as chances!

4. Você tem que trabalhar para ficar em forma outra vez
Ganhar seu corpo pré-gravidez de volta não é tarefa fácil para a maioria das pessoas. As mulheres grávidas precisam estar preparadas para o trabalho duro que têm pela frente. Dizer que elas vão saltar de volta ao peso inicial só vai causar estragos em sua autoestima. Ainda mais quando elas estiverem três meses pós-parto com o mesmo corpo e nem um pouco perto de voltar a usar aquele jeans skinny novamente. Diga à elas como são as pessoas! E se uma mulher te disser que ela não teve que trabalhar para isso e o peso apenas caiu por si só, faça ela assumir que ela está mentindo ou que isso é bruxaria.

5- Todo mundo odeia quando estranhos ficam passando a mão na barriga
Não, você não é uma pessoa horrível por pensar que as pessoas que ficam passando a mão na sua barriga deveriam estar passando a mão nelas mesmas! Embora seja reconfortante pensar no fato de muitas pessoas apreciarem a beleza da criação de uma nova vida, é simplesmente estranho quando as pessoas que você mal conhece (ou são completas estranhas!) ficam todas melosas com sua barriga.

6- É normal ter problemas com o seu corpo grávido
Pessoas aleatórias irão te dizer para abraçar as novas curvas e desfrutar o milagre crescendo dentro de você, mas lembrar do seu velho jeans (agora pequeno demais) e do seu atual tamanho pode tornar mais difícil “curtir” esse momento. Sem tirar as dores normais e dores crescentes de ter um ser crescendo dentro de você. A medida que a sua forma muda, você pode começar a se sentir um pouco desconfortável, tanto fisicamente, como emocionalmente, o que é totalmente normal. Mesmo se você parecer ótima para todo mundo, você pode apenas se sentir um pouco fora da realidade. Como não poderia? Você tem um ser humano crescendo dentro de sua barriga. Não há problema em não amar seu novo formato, ou do jeito que isso tudo está fazendo você se sentir.

13 sinais de que você pode estar grávida

Consumir açúcar e gorduras em excesso pode causar infertilidade

Saiba porque quem é mãe aos 33 anos tem mais chances de chegar aos 95

7- Você se torna um desastre emocional depois do parto
Se há uma coisa que você pode esperar após o parto é uma montanha-russa emocional. Quer se trate de depressão pós-parto,  não se sentir ligada ao seu bebê imediatamente, ou apenas alguns dias ou semanas se sentindo fora de tudo, tempo de pós-parto é difícil para todo mundo. Seu corpo foi tão mudado em tão pouco tempo, que é perfeitamente normal sentir uma variedade de emoções incontroláveis. Um conselho sobre isso seria mais útil do que ouvir outra pessoa dizendo que “você terá uma menina, porque dá para perceber só de te olhar”.

8- Sua barriga pós-parto é (temporariamente) horrível
Já que estamos no tema pós-parto, aqui vai um aviso amigável: você ainda vai parecer grávida 6 meses depois do parto. Sua barriga, que talvez já tenha tido músculos abdominais visíveis e reais, vai parecer massa de pão crua. Não cometa o erro de colocar na mala do hospital um jeans que não seja de maternidade. Entenda que a aparência de sua barriga vai melhorar com o tempo.

9- O parto pode ir super bem em alguns casos
Parece que toda e qualquer pessoa que já teve uma experiência ruim de trabalho de parto sente a necessidade de compartilhar sua história com as mães grávidas. Onde estão as boas histórias? Existem algumas? Sim, sim, existem. Algumas mulheres têm boas experiências. Algumas mulheres têm trabalhos de parto misericordiosamente curtos ou epidurais eficazes ou nascimentos como elas planejaram. Algumas mulheres não recebem as lacerações vaginais e não gastam três horas empurrando seus bebês para fora. Tente não se concentrar demais em como o trabalho de parto será horrível, porque há uma chance de que não vá ser tão ruim. Mas uma coisa é certa: não importa como a gravidez tenha sido e como você foi incomodada por conselhos que cruzaram seu caminho, quando você sentir o coração de seu recém-nascido contra o seu coração, isso vai ajudá-la a esquecer tudo o que já passou.

Saiba quais as palavras você vai aprender na gestação

Você sabia? Seu cérebro também muda durante a gravidez

O que você deve evitar e fazer em cada trimestre da gestação