Engravidar

Consumir açúcar e gorduras em excesso pode causar infertilidade

Cresce o número de casais inférteis no século 21

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

(Foto: Shutterstock)

Exames de fertilidade são recomendados após um ano de tentativas para engravidar (Foto: Shutterstock)

Nos últimos 15 anos, a taxa de infertilidade dos casais subiu para 15%, enquanto esse número costumava ser de 10% anos antes, segundo dados de um estudo divulgado em 2014 pelo Centro de Pesquisas londrino Cochrane Library, chamado Revisão de Fertilidade e Antioxidante.  As informações são alarmantes, já que isso significa que quase 1/5 dos casais tem algum problema para engravidar, o que está associado ao estilo de vida moderno.

Leia também

Mulheres com problemas nas trompas podem engravidar? Saiba mais

Anúncio

FECHAR

Transplante de útero: dezenas de mulheres irão se beneficiar!

Prós e contras de engravidar aos 20, 30 e 40 anos

Com a vida corrida e agitada, as pessoas têm consumido cada vez mais produtos industrializados. Esses alimentos ricos em açúcares e gorduras, quando consumidos em excesso, causam um desequilíbrio hormonal, afetando a produção de óvulos e espermatozoides, afetando tanto o homem quanto a mulher.

Os casais podem realizar exames para saber se a fertilidade está comprometida, conforme urologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Alex Meller, pai de Alice. “É recomendado pela Sociedade Mundial de Medicina Reprodutiva não fazer exames até os 12 meses de tentativa, já que 80% dos casais engravidam nesse espaço de tempo”, explica.

(Foto: Shutterstock)

A gordura saturada é um dos maiores vilões para a fertilidade (Foto: Shutterstock)

Para fugir dos produtos industrializados, a recomendação médica é consumir produtos frescos, como verduras, legumes e vegetais. “O que muda basicamente é o tempo de preparo dos alimentos. Trocar ervilha em lata pela natural; fazer pipoca de panela em vez da que vai no micro-ondas; preparar o bolo em casa; são coisas que demandam maior tempo, mas trazem mais benefícios”, diz o urologista.

Além disso, consumir menos laticínios, dar preferência às carnes brancas, evitar alimentos processados e primar por fazer comida em casa também é fundamental para uma alimentação mais saudável.

Tratamentos para engravidar: saiba os perigos de alguns medicamentos

Dúvidas solucionadas sobre a doação de óvulos

Você sabia? Dia da relação sexual pode definir o sexo do bebê