Gravidez

O que você deve evitar e fazer em cada trimestre da gestação

Saiba o que é permitido e o que é desaconselhado pelos médicos

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

o que evitar em cada trimestre da gestação

Conforme a gestação evolui, alguns cuidados são necessários para que o período seja tranquilo tanto para a mãe quanto para o bebê. Em cada etapa são várias mudanças no corpo e no comportamento da gestante. Por isso, a Dra. Maria Elisa Noriler, ginecologista e obstetra da Maternidade Pro Matre, nos ajudou com algumas dicas dos cuidados que você deve tomar  e do que você pode fazer em cada trimestre:

1 a 3 meses:

Anúncio

FECHAR

Nesta fase, o mais importante são os cuidados com a implantação do óvulo, pois a chance de ocorrerem abortos espontâneos é maior. “Se a paciente apresentar algum sangramento deve ser bem avaliada, pois o repouso e as medicações específicas podem contribuir para que a gestação evolua bem”, orienta a Dra. Maria Elisa.

É importante também o uso de ácido fólico, para evitar mal-formações no feto. Verifique com seu médico a dosagem de suplemento recomendada. Não deixe de realizar os exames de sangue para detectar doenças como toxoplasmose, sífilis e HIV, pois quanto mais precoce a detecção, mais eficaz será o tratamento – e com menor risco de transmissão ao feto.

A partir da descoberta da gravidez, deve-se evitar qualquer quantidade de ingestão de álcool e nicotina. De resto, vida normal! No primeiro trimestre as alterações no corpo são sutis. As mais notáveis são o aumento do volume das mamas e o escurecimento da aréola. Segundo a médica, a gestante pode realizar atividades físicas até três vezes por semana, com duração de 40 minutos a uma hora.

3 a 6 meses:

Agora, as mudanças no corpo da gestante são consideráveis, como aumento de peso, mudança no formato do rosto e até um possível inchaço na face.Os cuidados são para evitar trabalho de parto prematuro e ruptura da membrana amniótica, mantendo  o repouso quando indicado  pelo obstetra.

Com o corpo, é preciso manter uma alimentação saudável, rica em vitaminas, com frutas e legumes, e ingerir bastante água. Se você for para praia no final do ano, não se esqueça de usar chapéu, bloqueador solar, ficar longe do sol entre às 10 e 16 horas e estar sempre protegida pelo do guarda-sol.

As viagens de avião estão garantidas até a 32ª semana de gestação. Segundo a especialista, a mudança na cor do cabelo também é liberada, dando preferência aos tonalizantes, luzes ou reflexos.

6 a 9 meses:

Principalmente agora, algumas mudanças se fazem necessárias. Dirigir após 34 semanas ou realizar viagens longas já não é mais recomendável. Cuidado também com as viagens de avião, que podem aumentar o risco de trombose devido à posição que você fica por várias horas. A cautela deve se manter para evitar o risco de partos prematuros e exige repouso ao longo do dia. Nos dias mais quentes, é preciso ingerir mais líquidos, de preferência água, e evitar ficar muito tempo em pé para suas pernas e pés não fiquem tão inchados.  

“Há um aumento do volume de sangue no corpo, aumento de peso e acentuação de lordose lombar, podendo levar à dores na coluna”, acrescenta a médica. Para as mulheres que têm tendências a terem varizes, o ideal é continuar com o uso de  meias elásticas de compressão até o final da gestação.