Bebês

Novo aplicativo promete ser o “Uber de Babás”

É possível agendar e negociar o preço das babás

Isabela Kalil de Lima

Isabela Kalil de Lima ,Filha de Kátia e Fabio

Aplicativo ajuda pais a encontrarem babá para cuidar do filho em eventos (Foto: Shutterstock)

Aplicativo ajuda pais a encontrarem babá para cuidar do filho em eventos (Foto: Shutterstock)

Muitos pais acabam deixando de aproveitar um jantar romântico ou mesmo de comparecer a um evento do trabalho porque não têm ninguém para cuidar dos filhos.  Mesmo os que têm babá podem ter dificuldades de ajustar o horário no caso de uma programação noturna. Contratar uma profissional de última hora então, parece impossível. Fora a confiança em uma pessoa desconhecida… Nós sabemos que é difícil deixar nossos filhos e sair de casa. Mas é preciso e até saudável ter esse tempo livre.

Leia mais: 

Babás, sim ou não?

Anúncio

FECHAR

BBB: Babá ou Berçário para o Bebê?

Babá só no fim de semana!

Pensando em tudo isso, o brasiliense Taric Andrade e a paulistana Luciana Pereira, pais de Sophie e Amelie, decidiram criar uma empresa que oferecesse um serviço de contratação de babás. Antes disso, o casal passou por uma situação que foi o que deu início à ideia do projeto.

“Queríamos ir ao cinema em uma noite de outubro de 2014. Nossas duas filhas, com um e quatro anos, na época, precisariam de uma profissional que cuidasse delas por algumas horas, mas as opções encontradas naquela noite não agradaram”, contam.

Poucos meses depois desse episódio, eles lançaram o aplicativo Click Babá. A plataforma promete auxiliar na contratação de profissionais para cuidar de crianças a partir dos cinco meses até os 16 anos, com agendamento com 8 horas de antecedência, pelo menos.

A plataforma permite o agendamento do serviço com até oito horas de antecedência (Imagens: Divulgação)

Imagem da tela do agendamento do aplicativo (Imagens: Divulgação)

O mais legal é que dá para colocar em qual evento a babá vai trabalhar. Ela não precisa usar uniforme e pode escolher o look que achar mais apropriado. O pagamento é feito pelo PayPal (sistema que permite a transferência de dinheiro entre pessoas ou empresas usando um endereço de e-mail e cartão de crédito). Dessa forma, não há possibilidade de os contratantes não pagarem, nem das babás alterarem o preço do serviço depois do combinado.

De acordo com o casal, o aplicativo já possui mais de 250 usuários cadastrados só na Grande São Paulo e mais de 50 profissionais habilitadas para atender. Já foram mais de 50 chamados realizados, segundo eles. Dois desses chamados, foram da analista de crédito Adriane Silva, mãe de Rafael, de 4 anos.

Rafael adorou as babás que a mãe Adriane contratou pelo aplicativo (Foto: Arquivo pessoal)

Rafael adorou as babás que cuidaram dele (Foto: Arquivo pessoal)

Ela usou o aplicativo em duas ocasiões. Na primeira vez, foi comemorar seu aniversário com os amigos em um barzinho e levou uma profissional junto para ajudar nos cuidados com o filho, que tinha três anos. Ela aprovou o serviço e decidiu usar novamente. “Eu estava gripada, mas não queria que meu filho perdesse a festa da amiga da escola. Então, chamei uma babá. Ele adorou”, lembra a mãe.

Adriane aprova o serviço porque sente confiança. “As babysitters são professoras ou enfermeiras e passam por várias etapas de avaliação pela equipe do aplicativo. Me tranquiliza saber que elas não vão ensinar coisas erradas”, justifica.

O app está disponível para iOS e Android. Para baixar, é gratuito. Já o preço do serviço das babás, é combinado de acordo com a especialização de cada uma. Por isso, os preços variam, mas a média é de R$30 a hora. Os pais fazem a solicitação e recebem várias propostas para serem analisadas.

Existe noite romântica depois da gravidez sim! Saiba como planejar

Prazer sem culpa: 8 coisas que as mães devem fazer para relaxar