Especiais

Existe noite romântica depois da gravidez sim! Saiba como planejar

Será que é possível ter uma noite romântica - e ainda dormir fora em um hotel - agora que você tem um filho? Sim, contanto que você deixe a criança em casa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

noite-sem-filho

Antes dos filhos nascerem, é comum que os parceiros tenham muitas noites românticas juntos, saiam para jantar, passem uma noite em um hotel ou até mesmo façam viagens nos finais de semana só para curtir um ao outro e sair um pouco da rotina. Escapar das distrações e estresse do dia a dia ajuda a relaxar e se reconectar emocional e fisicamente.

Ao se tornar pai e mãe, parece que as oportunidades escorrem pelos dedos. O desejo de se reconectar e descansar só aumenta, mas resolver a logística (Quem vai ficar com o bebê? Onde ir?) e se eximir do comprometimento emocional (Ele vai chorar o tempo todo? Somos pais ruins por deixá-lo sozinho?) acaba causando insegurança. Com isso, apesar da exaustão e da enorme distância entre você e seu parceiro, você acaba arranjando pequenos momentos que podem dar certo.

Anúncio

FECHAR

 

 

Leia Também:

Existe vida além da maternidade

7 lições sobre casamento que aprendi no cinema

24 horas para salvar seu casamento

 

De acordo com Ian Kerner, psicoterapeuta especializado em terapia de casais na cidade de Nova Iorque, esse enigma é totalmente normal. “Todos os novos pais querem criar crianças felizes. Mas crianças felizes precisam de pais felizes. E pais felizes são aqueles que permanecem conectados e íntimos”, afirma Kerner. O conselho dele: “A melhor coisa que você pode fazer para seu bebê é ser um pouco egoísta sobre preservar sua identidade pré-maternidade ou paternidade”.

Quando você está longe e todas as tarefas e responsabilidades foram delegadas, você consegue focar em você e no seu parceiro. Parece indulgente? Não é. É o segredo para manter a relação quente e manter a sanidade.

 

Pense pequeno

Não adianta querer fazer uma mega viagem logo de cara, isso vai exigir muito planejamento e desprendimento que talvez você ainda não tenha. Você não vai querer ficar muito longe, porque se algo acontecer com seu filho, você terá vontade de voltar para casa correndo e, se depender de um avião, não poderá fazer isso. Para a primeira vez, escolha um hotel bem perto, pode ser até na sua própria cidade. A experiência de ter um tempo para si e ainda estar perto do seu filho permitirá que você relaxe.

 

Vá além da avó

Se você tem um membro da família que pode cuidar do seu bebê por uma noite, você provavelmente está arranjado. Mas nem todo mundo tem um parente próximo em quem pode confiar ou que está disposto a ajudar. Nesses casos, você deve ir atrás de uma babá. Procure referências e peça indicações. Com o tempo, você pode pedir para um tio ou tia e, eventualmente, a avó, mas não se limite a ela como opção para ficar com seu bebê!

 

Prepare todo mundo

É claro que não basta contratar uma babá e cair na estrada. Você pode contratar a babá para ficar no período da tarde, depois para ficar a tarde e a noite, depois para dormir na sua casa – até que você confie totalmente nela. Mas não é só nisso, esteja preparada para pensar em tudo. Deixar a geladeira cheia, leite materno no freezer, deixar os horários do seu filho escritos, assim como números para contato em casos de emergência. Outras coisas podem ser úteis, como anotar o telefone do médico, deixar a carteirinha do convênio, o endereço com as ruas adjacentes e um dinheiro para emergências. Tudo isso para que você saia de casa com toda a confiança necessária e possa fazer isso mais vezes.

 

Economize sendo criativo

Quando você precisa pagar pelo hotel e pela babá, os custos sobem. Para economizar, procure trocar as milhas do cartão ou aproveitar promoções que você encontrar em sites de desconto. Além disso, hotéis de baixo custo (aqueles usados por executivos) costumam ter tarifas menores aos finais de semana. Outra dica é fazer um piquenique romântico: leve na mala um jantar para ser apreciado no quarto do hotel.

 

Evite falar sobre o bebê

Nas primeiras horas em que você está fora com seu parceiro, não fale sobre o bebê. Concentre-se em você e somente em vocês. Depois dessa noite, vocês terão todos os outros dias para pensar e falar sobre o filho.

 

Lembre-se do plano geral

Sim, é difícil deixar seu bebê. Sim, é difícil administrar o dinheiro. Sim, é difícil fazer as malas, enxugar as lágrimas (as suas e as dele) e organizar tudo. Mas tirar um tempo com seu parceiro é um investimento a longo prazo na sua relação. Planejar uma noite fora, especialmente em um hotel, onde você não precisa se preocupar se será acordado ou interrompido, pode ajudar a reacender o seu romance pós-bebê. Você provavelmente voltará mais relaxada, mais apaixonada e, consequentemente, será uma mãe melhor (ou um pai).