Família

Sexo e discussão com o parceiro podem levar à longevidade

Site britânico publica lista de práticas para se chegar aos 100 anos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

longevidade

O segredo da longevidade ainda é um mistério para a maioria de nós. Na semana passada, dois idosos famosos morreram: o arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, aos 104 anos, e Besse Cooper, aos 116 anos, conhecida como a pessoa mais velha do mundo. Para ela, o segredo é não comer porcarias e importar-se com seus próprios problemas.

Na tentativa de explicar como algumas pessoas conseguem viver até os 100 anos, o jornal britânico The Daily Mail fez uma lista de práticas saudáveis que ajudam a atingir essa meta. Conheça algumas dicas:

Anúncio

FECHAR

Ler revistas de ponta cabeça

Sair da zona de conforto, em atividades como ler de ponta cabeça e escrever com a mão não dominante, danifica algumas células cerebrais. Ao repará-las o organismo também conserta células danificadas pelo envelhecimento.

Alimentos vermelhos

Alguns nutrientes presentes em alimentos vermelhos, como vitamina C, substâncias antioxidantes e nitratos, ajudam a prevenir câncer, doenças cardíacas e outros problemas de saúde.

Coma bananas

Ingira alimentos ricos em potássio para reduzir a pressão arterial e, consequentemente, o risco de infartos e outras doenças cardíacas.

Beber uma xícara de chá todos os dias

Isso reduz o estresse, a tensão dos vasos sanguíneos e o nível dos hormônios que podem causar ataques cardíacos.

Vá para a cama uma hora mais cedo

Dormir mais cedo também ajuda a reduzir a pressão arterial e os problemas cardíacos relacionados a ela.

Use fio dental todos os dias

As bactérias que causam inflamações dentárias também estão relacionadas às doenças cardíacas.

Mantenha-se com a consciência limpa

Pessoas cuidadosas com a segurança financeira e familiar produzem mais serotonina. Isso influencia a quantidade de sono e de comida que elas ingerem. A produção desse hormônio também está relacionada ao sentimento de bem-estar e à qualidade dos relacionamentos.

Pratique sexo duas vezes na semana

Estudos americanos e britânicos indicam que os orgasmos têm um efeito protetor e diminuem os riscos de morte precoce.

Discuta com seu parceiro

Estudos da Universidade de Michigan apontam que casais que escondem a sua raiva, têm 25% mais de chance de morrer mais cedo. Com o passar do tempo, se este sentimento for suprimido, pode causar pressão alta, insônia, problemas cardíacos e aumentar o risco de câncer.

Sorria

Ao sorrir, as pessoas liberam, na corrente sanguínea, substâncias químicas capazes de torná-las ainda mais feliz. Quanto mais largo e autêntico o seu sorriso, maior será a sua longevidade – isso por que o sorriso reflete emoções positivas, relacionadas ao bem estar físico e mental.