Gravidez

Gravidez e estrias: entenda a relação e saiba como se cuidar

A marquinhas não são muito agradáveis, mas têm tratamento

Isabela Kalil de Lima

Isabela Kalil de Lima ,Filha de Kátia e Fabio

Estrias surgem quando a pele precisa se esticar em pouco tempo (Foto: Shutterstock)

Estrias surgem quando a pele precisa se esticar em pouco tempo (Foto: Shutterstock)

Não há como negar. Amamos ver nossa barriga crescendo durante a gravidez e ver que nosso bebê está cada dia perto de vir ao mundo, mas também dá um medo das famosas estrias. Aquelas linhas avermelhadas, que tendem a ficar brancas com o tempo, são cicatrizes formadas quando a pele precisa ser esticada muito rapidamente e em pouco tempo. Por isso são tão comuns na gestação.

Leia mais:

Xô, estrias!

Anúncio

FECHAR

Você sabia? As marcas da gravidez têm tratamento!

Veja 28 dicas de cuidados durante a gravidez

Para evitar essas marquinhas também é preciso ficar de olho na alimentação. A expressão de “comer por dois” é ultrapassada e não deve ser levada a sério. Até porque, além do aumento da barriga por conta do bebê, as mulheres têm mais tendência a engordar.

“Durante a gravidez, as células de gordura incham e se multiplicam, gerando aumento do ganho de peso”, explica Alberto Guimarães, pai de João Victor e Beatriz. O ginecologista e obstetra afirma que o ideal é engordar de 10 a 12 quilos.

Aplicar hidratantes na pele pode diminuir o aparecimento de estrias (Foto: Shutterstock)

Aplicar hidratantes na pele pode diminuir o aparecimento de estrias (Foto: Shutterstock)

Além de controlar o peso, também é essencial cuidar da pele com hidratantes. “As melhores opções são os cosméticos voltados para gestantes. Existem várias marcas especializadas no mercado”, afirma o dermatologista Claudio Wulkan, pai de Gabriela, David e Rafael.

O médico, que também é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e do Hospital Israelita Albert Einstein, alerta para se prestar atenção no rótulo dos produtos. “Cosméticos com mais de 10% de concentração de ureia, conhecida por ser uma substância muito hidratante, são perigosos e podem afetar o desenvolvimento do feto.”

O que a gravidez faz na sua pele

6 dicas para evitar as estrias

E não vale só passar o hidratante uma vez por dia. O ideal é massagear a pele com o cosmético duas vezes por dia e depois do banho. “A pele molhada fica mais permeável e permite que o creme penetre melhor.”

Mesmo assim, é importante lembrar que os hidratantes não fazem milagre. “Porém, os tratamentos estéticos, como laser, são eficazes depois da gravidez. Estrias que surgiram há menos de seis meses são mais fáceis de tratar”, tranquiliza o dermatologista.

Adeus, pele ressecada!

Você merece: conheça 4 tratamentos estéticos especiais