Criança

Xô, insegurança! Saiba como acalmar seu filho

Aprenda a lidar melhor com situações que deixam as crianças ansiosas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

shutterstock_405309067

(Foto: Shutterstock)

A gente sabe que quando o filho sente medo ou insegurança, o primeiro pensamento sempre é confortar e proteger. Mas olha só, uma pesquisa divulgada pela Universidade do Estado do Arizona, nos EUA, mostrou que algumas reações dos pais podem, na verdade, deixar as crianças ainda mais ansiosas. Cuidado para não cair na tendência da bolha: proteger de qualquer situação desconfortável a qualquer custo. Para te ajudar, separamos algumas sugestões de como contribuir para aumentar a confiança do seu filho.

 Vocês estão em um restaurante e seu filho é tímido demais para fazer o pedido dele

 O que não fazer: Fazer o pedido por ele.

Anúncio

FECHAR

Por que não? Tentar acelerar essas situações elimina as chances dele se sentir mais à vontade para falar.

Uma resposta melhor: Pratique o pedido com ele antes de chegar ao restaurante. Quando o garçom chegar à mesa, esfregue as costas do seu filho e diga: Fizemos isso em casa, você pode fazer isso aqui também.

 Seu filho tem um pesadelo e implora para dormir na sua cama

 O que não fazer: Ceder e deixá-lo dormir com você.

Por que não? Ajudá-lo a administrar os medos será mais produtivo.

Uma resposta melhor: Reconheça que ele está com medo, deixe-o saber que os sonhos não são reais e diga que ele está seguro. Então acrescente: Aposto que você consegue adormecer na sua cama, assim como eu.

 Apareceu o medo de ir a uma festa de aniversário onde os pais não estarão presentes

 O que não fazer: Permitir que ele falte.

Por que não? Deixar o seu filho faltar dará a brecha para que ele pense que existe algo a se temer.

Uma resposta melhor: Simpatize com a relutância dele, mas fale sobre toda a diversão que ele vai perder. Diga: Eu também fico nervosa, mas aposto que você se surpreenderá porque todos os seus amigos estarão lá.

 Seu filho está hesitante em aprender a andar de bicicleta.

 O que não fazer: Perguntar você está com medo? Está nervoso? Vai ficar tudo bem!

Por que não? Reafirmar a ideia de que existem motivos para tal nervosismo não é uma boa saída.

Uma resposta melhor: Mostre confiança em suas habilidades e relembre uma conquista similar que ele teve: Você lembra quando aprendeu a escalar o trepa-trepa? Você consegue fazer isso.

Leia também:

5 maneiras de aumentar a autoestima do seu filho

7 erros comuns que podem afetar a confiança das crianças

5 tipos de elogios que contribuem para o desenvolvimento da criança

 

Pais&Filhos TV