Criança

Lego é usado como método de ensino de inglês para crianças

Além de aprender a língua, o aluno é incentivado a solucionar problemas que possam surgir em sua vida

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Escola inova ao usar Lego em seu método de ensino (Foto: Shutterstock)

Escola inova ao usar Lego em seu método de ensino (Foto: Shutterstock)

As mundialmente famosas peças de Lego não são usadas somente para brincar ou montar as mais diversas figuras, mas também são utilizadas para ensinar inglês. As escolas sempre procuram trazer inovações buscando uma maneira de cativar e ter bons resultados no ensino de um segundo idioma. Existe um método de ensino bem diferente que usa as peças para tornar esse aprendizado eficaz e divertido.

Esse sistema foi criado pela IS (International School)  no Brasil e é oferecido a para alguns colégios. Esse é o caso da Escola Bosque, localizada na zona sul de São Paulo, que adotou a metodologia d desde o início de 2015 para para ensinar crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I. Neste ano, alunos do Fundamental II também passaram a usá-lo.

O aluno recebe os kits LEGO Education, que além das peças do brinquedo, contam com livros didáticos anti-bullying. Os personagens na literatura, são crianças com algum tipo de deficiência ou estereótipos que costumam sofrer preconceitos. Ou seja, os pequenos aprendem outra língua e também a conviver com as diferenças.

Anúncio

FECHAR

As aulas são divididas em quatro partes: conectar, construir, analisar e continuar. Na primeira etapa o professor conecta os alunos ao tema que será abordado na aula. Na segunda, as crianças realizam atividades propostas, construindo as montagens LEGO, com o apoio do material no Manual Digital e dos Tablets.

LegoEscolaBOsque

Escola Bosque usa o método para o aprendizado do segundo idioma (Foto: Escola Bosque)

Leia também

3 lições para ensinar antes da escola

A idade certa de colocar o filho na escola

Em busca da escola perfeita

Na terceira etapa, os alunos analisam e discutem sobre o que montaram em grupo. E na última fase eles são desafiados a resolver uma situação-problema a partir do que montaram e o tema abordado naquela aula. É claro que o nível de dificuldade da aula está relacionado com a idade da criança e conforme ela avança no curso o grau aumenta.

“O que nos encantou, além da proficiência no idioma, é que o projeto foi baseado nos pilares da educação da UNESCO”, comenta Sílvia Scuracchio, diretora pedagógica da Escola Bosque. O aluno recebe os kits LEGO Education, que além das peças do brinquedo, contam com livros didáticos anti-bullying.

Diferentemente do ensino convencional, além do aluno aprender a língua ele é incentivado a solucionar possíveis problemas que ele possa encontrar na vida.

Com o método, a criança é submetida a uma imersão na língua inglesa e passa a aprender as disciplinas que compõem o programa curricular em inglês com a possibilidade de participar, até a conclusão do Fundamental II, de exames para certificação internacional FCE (Cambridge English: First), que é utilizado como uns dos critérios de aprovação em universidades internacionais.

 

*Por Biancha Passerini e Jéssica dos Anjos

Leia Também

E se eu for chamado na escola?

Como preparar seu filho – e a família – para a mudança de escola no meio do ano

Saiba o que a escola pode e não pode pedir na lista de material escolar