Publieditorial

Alimentação: nutrientes fundamentais para o desenvolvimento infantil e receitas para incluí-los na sua rotina

Saiba quais os nutrientes essencial para o desenvolvimento do seu filho - (Foto: Shutterstock)
(Foto: Shutterstock)

Publicado em 01/11/2023, às 11h34 por Yulia Serra, Editora | Filha de Suzimar e Leopoldo


A alimentação do seu filho merece uma atenção especial, já que durante a infância são formados os hábitos alimentares que ficarão para a vida. Nesse sentido, é fundamental ter cuidado com os nutrientes que selecionamos nos cardápios do dia a dia. A nutricionista e cientista Giliane Belarmino, com 11 prêmios internacionais e 7 nacionais na área da nutrição em mais de 20 anos de carreira, especialista de nutrição infantil da Philips Avent, mãe de Gu e Muri, esclarece os nutrientes que não podem faltar pensando no melhor desenvolvimento cognitivo, motor, emocional e físico do seu filho:

Colheres coloridas
11 nutrientes fundamentais para o desenvolvimento infantil (Foto: Getty Images)

  • Ômega-3: presente em peixes como sardinha, e vegetais como linhaça e chia, é benéfico para a visão, concentração e raciocínio lógico.
  • Ferro: encontrado em carnes, vegetais de folhas escuras e feijões, é essencial para a imunidade e previne a anemia ferropriva, uma condição que pode afetar o aprendizado das crianças.
  • Zinco: presente em peixes, feijão, leite integral e amendoim, fortalece a imunidade e contribui para o desenvolvimento cerebral.
  • Vitamina A: presente em alimentos de origem animal como leite, ovos e fígado, e em vegetais de cor amarelo-alaranjada, é essencial para a saúde dos olhos, renovação celular e fortalecimento da imunidade.
  • Ácido fólico: imprescindível no início da gestação, mas durante a infância é necessário para a formação e maturação das células sanguíneas e das células de defesa na medula óssea. É encontrado em alimentos como feijões, vegetais verde-escuros, frutas cítricas como a laranja, ovos, fígado, carnes, frutos-do-mar, entre outros. No Brasil, tem-se a fortificação obrigatória das farinhas de trigo e milho com ácido fólico.
  • Vitamina B6: participa do metabolismo de outros nutrientes, além de regular a ação dos hormônios, auxiliar na utilização de vitaminas e atuar na síntese de neurotransmissores. Já a Vitamina B12 é essencial na produção das células, inclusive das células vermelhas do sangue e células neurológicas, e também está presente na formação dos nossos genes. Na infância, com o crescimento há intensa multiplicação celular, tornando essa vitamina primordial. E sua principal fonte alimentar são as carnes e ovos.
  • Colina: está presente em alimentos como fígado de frango e de boi, gema dos ovos e bacalhau fresco, com papel essencial na estrutura do sistema nervoso central do bebê e promovem efeitos positivos sobre a função e o desenvolvimento cognitivos verificados ao longo da vida dessa criança.
  • Cálcio: encontrado em laticínios, espinafre e sementes como abóbora, girassol e gergelim, é crucial para o crescimento, saúde óssea e dental.
  • Vitamina D: encontrada em peixes, cogumelos, laticínios e através da exposição solar, auxilia na absorção de cálcio, no crescimento e na prevenção de doenças, como diabetes.
  • Vitamina C: presente em verduras verde-escuras como couve e brócolis, além de frutas como laranja, abacaxi, acerola, morango e goiaba, é fundamental para a imunidade e a absorção de ferro.

A especialista ainda esclareceu que todos os nutrientes são importantes ao longo de toda a infância, mas cada faixa etária tem características próprias e assim uma demanda nutricional específica. Enquanto de 0 a 2 anos é importante seguir com ômega-3, de 2 a 5 anos fontes de cálcio fazem toda a diferença. Entre 6 e 10 anos os carboidratos são importantes fontes de energia para melhorar o desempenho escolar e acima de 11 anos é necessário se atentar ao consumo de alimentos fast-foods. E para incluir os nutrientes acima, a nutricionista ensina quatro receitas para a família toda aproveitar. 

Frutas, verduras, legumes coloridos
A alimentação ao longo da infância molda os hábitos alimentares do seu filho (Foto: Shutterstock)

  1. Beijinho de abacaxi - a partir de 6 meses

Ingredientes:

  •     1 xícara de chá de abacaxi ralado
  •     1/2 xícara de chá de coco fresco ralado para a massa
  •     1/2 xícara de chá de coco fresco ralado para a cobertura

Modo de preparo:

  1. Rale o abacaxi.
  2. Leve ao fogo até reduzir.
  3. Acrescente o coco, mexa até misturar e reserve.
  4. Após esfriar, faça as bolinhas, passe no coco e leve para geladeira para gelar.
  1. Panqueca

Ingredientes:

  •     1 banana madura amassada
  •     1 ovo
  •     1 xícara de chá de farinha de trigo
  •     ½ xícara de chá de leite integral
  •     1 colher de sopa de azeite

Modo de preparo:

  1. Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea.
  2. Coloque a massa em uma bisnaga para facilitar ou use uma concha para despejar a massa na frigideira.
  3. Molde as panquecas no formato que preferir e deixe cozinhar até dourar.

Por fim, sirva as panquecas com frutas da sua preferência. Essa receita rende cerca de 4 panquecas médias, dependendo do tamanho que você moldar.

  1. Pão de mandioquinha sem glúten e sem lactose - a partir de 1 ano

Ingredientes:

  •     2 xícaras de chá de polvilho doce
  •     1 xícara de chá de polvilho azedo
  •     1/4 xícara de chá ou 60ml de água morna
  •     1/4 xícara de chá de azeite
  •     2 xícaras de chá de mandioquinha cozida e amassada
  •     1 pitada de sal e ervas a gosto (alecrim, manjericão ou orégano)

Modo de Preparo

  1. Em um recipiente, misture todos os ingredientes na ordem descrita acima e amacie com as mãos até obter uma massa homogênea.
  2. Faça bolinhas e leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos ou até dourar levemente.

Você também pode congelar na forma e depois guardar congelado. Do freezer vai direto para o forno.

Rendimento: de 40 a 50 mini pãezinhos

Variações da receita: Você pode substituir a mandioquinha por batata inglesa, batata-doce, mandioca, abóbora.

  1. Pão de cenoura integral de liquidificador - a partir de 2 anos

Ingredientes

  •     2 ovos
  •     1/3 xícara de chá de água
  •     1/3 xícara de chá de óleo
  •     3 cenouras médias raladas
  •     1 colher de sopa de margarina
  •     2 colheres de sopa de açúcar
  •     2 colheres de café de sal
  •     10g de fermento biológico seco
  •     5 xícaras de chá de farinha de trigo integral

Modo de preparo

  1. No liquidificador, coloque 1 ovo, a água, o óleo, as cenouras raladas, a margarina, o açúcar e o sal e bata até obter uma mistura homogênea.
  2. Coloque a mistura em uma travessa, acrescente o fermento biológico seco e mexa até dissolver
  3. Vá acrescentando a farinha integral aos poucos e vá sovando com as mãos até a massa desgrudar da mão.
  4. Cubra com um pano de prato limpo e deixe descansando dentro do forno desligado por 30 minutos.
  5. Após esse descanso, modele a massa como desejar, cubra novamente com um pano e deixe descansar por mais 40 minutos.
  6. Depois do descanso, pincele 1 ovo batido em cima de cada pão, salpique gergelim, orégano ou parmesão se desejar e leve ao forno pré aquecido a 180º por 20 minutos.

Dicas para driblar a seletividade alimentar

Nem sempre as crianças são tão receptivas aos novos alimentos. Para esses momentos, Giliane Belarmino dá alguns conselhos para te ajudar e melhorar a aceitação do seu filho. Lembre-se, são raras as mudanças que acontecem do dia para a noite, por isso, a paciência é fundamental. 

Colher e garfo
Saiba formas de contornar a seletividade alimentar das crianças (Foto: Getty Images)

  1. Respeite o apetite da criança: se a criança está sem fome, não force uma refeição ou um lanche. Da mesma forma, não a suborne ou pressione a comer determinadas comidas – ou a “limpar o prato” – quando ela disser “estou cheia” ou “estou satisfeita”. Isso poderá apenas desencadear (ou reforçar) uma luta pelo poder sobre o prato. O importante é assegurar que estejam crescendo normalmente. Não espere um padrão homogêneo!
  2. Não seja um cozinheiro quebra-galho: preparar uma refeição alternativa ou substituir a refeição por leite quando ele rejeita a original poderá promover e reforçar o padrão seletivo. Encoraje-o a permanecer na mesa mesmo que ele não coma – um novo alimento será oferecido na próxima vez.
  3. Torne a refeição agradável: sirva brócolis e outros vegetais com um molho favorito. Corte os alimentos em vários formatos (estrelas, bolas, bichos, etc), com variedade de cores vivas.
  4. Inclua seu filho no processo: leve-o ao supermercado, nas feiras ou na padaria, peça que ele o ajude a selecionar frutas, vegetais e outras iguarias saudáveis. Em casa, encoraje-o a lavar os vegetais, mexer molhos ou preparar a mesa.
  5. Dê o bom exemplo: estudos já comprovaram que os filhos imitam o hábito alimentar dos pais. Portanto, se você tiver restrições a alguns alimentos, aproveite a oportunidade e a boa causa para mudar seus hábitos – você estará fazendo um grande investimento para a consolidação de hábitos saudáveis dos seus filhos, além de ajudar a prevenir doenças da vida adulta.
  6. Minimize distrações: desligue a TV, celulares e outros jogos eletrônicos durante as refeições. Isso ajudará a criança a focar na comida.
  7. NÃO ofereça sobremesas como recompensas ou prêmios: barganhar a sobremesa pode transmitir a mensagem equivocada de que as sobremesas são os melhores alimentos, o que aumentará o desejo das crianças por doces. 

Introdução alimentar a amamentação 

Até os 6 meses de vida, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento materno como único alimento do bebê, a partir dessa data, é possível fazer a introdução alimentar. Porém, até os 2 anos de idade a instituição ainda recomenda a amamentação como complemento. 

Copos para armazenamento de Leite Materno Avent e Esterilizador Microondas Philips Avent
Copos para Armazenamento de Leite Materno Avent e Esterilizador Microondas Philips Avent (Foto: Divulgação)

Pensando nisso e na melhor experiência da mãe e do bebê, a Philips Avent possui o Copo transição Easy Sip, indicado para bebês que estão no início da introdução alimentar, perfeito para acalmar gengivas irritadas com nascimento dos primeiros dentes, formato ergonômico e válvula antivazamento; Copos para armazenamento de Leite Materno Avent, composto por 10 copos que comportam até 180 ml cada, que podem ser usados com segurança em aquecedor de mamadeiras, microondas, lava-louças e esterilizadores; Esterilizador Microondas Philips Avent, que deixa os itens esterilizados em apenas 2 minutos e elimina 99,9% dos germes e bactérias. 

Copo transição Easy Sip da Philips Avent
Copo transição Easy Sip da Philips Avent (Foto: Divulgação)


Leia também

Jogador do Corinthians - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians vem à tona 2 meses depois

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Anna Jatobá retira sobrenome do ex-marido depois do fim do relacionamento - (Foto: Divulgação)

Família

Anna Jatobá e filhos excluem sobrenome de Alexandre Nardoni após separação

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

O corpo começa a dar sinais de que vem bebê aí bem antes da menstruação atrasar - Getty Images

Gravidez

Sintomas de gravidez: nos primeiros dias, que ninguém sabe, de menino e menina e muito mais

Amanda Kimberlly confirma gravidez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Suposta mãe do 3º filho de Neymar confirma gravidez nas redes sociais

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar