Bebês

Entenda as fases do desenvolvimento da linguagem e da fala do bebê

Veja o que os pais podem fazer para ajudar nessa etapa

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

fala bebê abre

Quando ele começar a falar, as palavras que você emite servirão de exemplo (Foto: Shutterstock)

Até agora, a única forma que seu bebê usa para se comunicar é o choro alto e repetido. Mas, felizmente, ele logo vai passar por um grande salto no desenvolvimento da linguagem, o que irá melhorar a sua capacidade de se expressar com palavras. Mas, assim como ele tem que rastejar antes de andar, ele tem que balbuciar antes de falar. “Balbuciar é um marco importante porque representa o início de uma comunicação real, quando um bebê começa a experimentar sons, reações, respostas e a construção de relações sociais”, diz Sherry Artemenko, fonoaudióloga e fundadora do Play on Words.

Tipo de desenvolvimentos: Linguagem social e cognitiva

Quando o bebê começa a “falar” sobre isso e aquilo, ele está exibindo as habilidades de linguagem que estão brotando. Claro, você não tem ideia do que ele está dizendo, mas essas balbuciações vão se tornar palavras reais. Sua tagarelice também pode te dar uma ideia de como está seu desenvolvimento cognitivo, como ele memoriza e repete sons. Leva tempo para ele pensar sobre o que quer dizer e para aprender a usar ações verbais e não verbais para expressar seus desejos e necessidades. Obviamente, há um componente social também. Muito antes de ele dizer uma palavra, seu bebê aprende regras da linguagem e da socialização, observando você reagindo a seus sons e como você e seus parceiros de conversa se entendem. Os bebês estão conectados para aprender a língua e são afetados em como os outros se envolvem verbalmente com eles.

Anúncio

FECHAR

Leia também

Pesquisa revela as 25 palavras que seu filho de 2 anos já pode aprender

Conheça a síndrome do pensamento acelerado, que afeta crianças e adultos

Choro não! Porque você não deve deixar a criança chorando até cansar

Quando esperar que a fala comece

As habilidades verbais do seu bebê vão progredir por etapas a medida que seu mecanismo vocal amadurece e ele se relaciona com o seu ambiente, diz Artemenko. Em primeiro lugar, o nascimento dos sons de vogais são com “coos” e “goos” quando ele tiver de 2 a 3 meses. Balbuciação começa em torno de 4 meses. As primeiras experiências incluem, muitas vezes, sons com “p”, “b” e “m”, que são produzidos só de colocar os lábios juntos, diz Diane Paul, Ph.D., diretora de questões clínicas em patologia e fonoaudióloga na American Speech -Language-Hearing Association em Rockville, MD. Então, você vai ouvir um monte de “puh puh puh”, “buh buh buh” e “muh muh muh” soando no começo.

Há muitas coisas que você pode fazer para ajudar no desenvolvimento da fala e da linguagem do seu bebê:

  • Envolver- se em uma conversa ao falar com o seu bebê
  • Dar um tempo para ele processar suas palavras e “responder”
  • Usar diferentes tons e sílabas quando você fala de modo que ele possa imitar e aprender novos sons
  • Explicar o murmúrio do seu bebê para ele. Se ele diz “ba ma ma ba” ao olhar ao redor, você pode dizer: “Oh, você está procurando sua garrafa? Onde é que a garrafa está?”

“A pesquisa mostra que a quantidade de palavras faladas positivamente a uma criança [afeta] o desenvolvimento da linguagem” diz Artemenko. Então use palavras adequadas para continuar a falar, ler e cantar para o seu bebê.

fala bebê miolo

Você vai notar diferenças nos tons dos murmúrios do filho com o passar do tempo (Foto: Shutterstock)

Os marcos da fala que os pais devem esperar

Depois que seu bebê tiver mais prática usando seus lábios e língua para formar sons, geralmente, em torno de 6 a 7 meses o seu tagarela não vai parar de falar. Então, você vai ouvir uma maior variedade de sons, como “ba-pa-ta-bi ba bi bi”, diz Dr. Paul.

Pode parecer que ele está apenas deixando escapar sons aleatórios, mas se você prestar atenção, você vai observar as mudanças no tom quando ele fala. Sua voz pode subir no final de uma série de murmúrios, como se estivesse fazendo uma pergunta, ou ele pode resmungar em voz baixa após sua tia beijar seu rosto. Você também vai notar que ele pode fazer uma pausa depois de dizer o que está em sua mente, aparentemente, à espera de uma resposta. Ele descobre que uma conversa é uma coisa de vai-e-vem e não de apenas uma pessoa falando e falando. Tenha foco sobre o que seu bebê “diz” e sobre a forma como ele diz. Se o seu tom não deixar claro, suas expressões faciais e a linguagem corporal podem fazer o trabalho. Por exemplo, se ele der um enorme sorriso e estiver saltando para cima e para baixo enquanto “fala”, provavelmente significa que ele está compartilhando uma notícia emocionante. Por outro lado, se há uma carranca no rosto e ele está apontando para você enquanto estiver usando uma voz estridente, ele, provavelmente, está tentando te dar uma boa bronca!

10 sinais clássicos de que seu filho está mentindo – e você nem desconfiava

Como ajudar seu filho a superar a timidez

O que fazer quando seu filho não para de dizer “NÃO”?

“Perto do fim do primeiro ano do seu bebê, ele vai balbuciar em cadeias mais longas de variadas sílabas sem sentido, usando a entonação e ritmo que imita a de um adulto”, diz Artemenko. Esta fase de balbuciação é um precursor da língua para as primeiras palavras, que, geralmente, acontece logo após o primeiro aniversário do seu filho. Quer saber o que essa primeira palavra mágica pode ser? “Papai”, “mamãe”, “bebê”, “bola” e “oi” são algumas das mais comuns, diz o Dr. Paul.

Bandeiras vermelhas as quais se atentar

Lembre-se: as crianças são diferentes e desenvolvem habilidades em momentos diferentes. Enquanto a tagarelice do seu bebê está progredindo e ele está interagindo com você e com os outros, isso não quer dizer que você não precisa se preocupar. Se o seu discurso e o seu desenvolvimento da linguagem para ou regride a qualquer momento, se ele não está balbuciando e fazendo contato com os olhos ou gestos, ou se as palavras não surgem até seus 15 meses, agende uma conversa com o seu pediatra e um fonoaudiólogo. Quanto mais cedo uma criança recebe ajuda na sua fala ou no problema de linguagem, melhor será.

10 fatos estranhos sobre os bebês que você nem imaginava

10 dicas para colocar em ordem o sono das crianças

Veja como fazer a transição do berço para a cama sem segredo