Bebês

5 maneiras geniais de acalmar o choro das crianças

Bebês podem chorar de duas a três horas seguidas em um período de 24 horas e conviver com esse barulho não é fácil. Essas estratégias podem acalmar vocês dois

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Alguns bebês passam os primeiros seis meses de vida chorando muito: eles choram porque estão com fome, estão molhados, porque estão cansados ou até entediados. Eles podem mudar aquela expressão suave e tranquila para momentos de puro sofrimento em segundos: o rosto vai ficar vermelho, eles vão sentir dificuldade para respirar e você vai entrar em desespero.

Nós tentamos de tudo para fazer os bebês melhorarem: fralda trocada, abraços, comida na hora certa, água, massagem… Mas, muitas vezes, nada disso funciona e quem acaba em prantos somos nós. Pensamentos como “O que há de errado com meu bebê?” logo são substituídos por “O que há de errado comigo?” e nós sentimos que estamos falhando na missão de ser mãe.

Leia também:

Traduzimos o que quer dizer cada comportamento do seu filho

Anúncio

FECHAR

Porque você não deve deixar a criança chorando até cansar

O que pode estar por trás do choro do bebê

“Para os pais de primeira viagem, descobrir o que cada choro significa pode ser desafiador, frustrante e até assustador”, diz Rallie McAllister, terapeuta familiar em Kentucky, nos Estados Unidos. “Se os pais não são capazes de identificar imediatamente o porquê do choro, eles ficam com medo de que haja alguma coisa errada com a parte física do bebê”, diz ela.

Uma criança inconsolável também pode fazer qualquer pai ou mãe se sentir importante, de acordo com Crystal Clancy, terapeuta familiar especializada em saúde mental de recém-nascidos.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“Isso pode ser particularmente estressante para as mulheres que se sentem competentes e no controle de sua vida antes do nascimento do bebê”, diz a especialista.A boa notícia: você vai ficar melhor nisso com o passar do tempo e vai começar a interpretar e responder ao choro do seu bebê. Até lá, coloque essas dicas para funcionar:

1) Balance o bebê e faça sons

Balançar o bebê em seus braços de um lado para o outro com suavidade vai acalmar o bebê. Muitos estudos mostram que o balanço ativa o sistema nervoso para que o coração bata mais devagar e os músculos relaxem. Ao mesmo tempo, o som da sua voz vai fazer o bebê ficar focado em você em vez de continuar chorando.

2) Cante muitas músicas

Não se limite às canções de ninar. Diferentes sons estimulam o bebê, incluindo aqueles que você gosta. Pop, reggae e até rock podem fazer parte do repertório e logo seu filho vai escolher o ritmo que mais agrada (cuidado com o volume das músicas, para não agredir o ouvido sensível do bebê). Assim como o balanço, a música tem o poder de acalmar o sistema nervoso.

3) Mostre a ele como é se ouvir

Experimente gravar o som do seu bebê chorando e depois coloque para ele mesmo ouvir. Ele vai ficar tão fascinado com o som do próprio choro que vai se concentrar e parar de chorar. Muitos bebês estão tão focados no choro que nem percebem que o problema já foi resolvido, por exemplo, quando a fralda suja já foi trocada. Mas uma distração surpreendente, como o som do próprio choro, faz o bebê esquecer o que estava deixando-o chateado.

10 fatos estranhos sobre os bebês que você nem imagina

Aprenda seis formas práticas de motivar seus filhos

4) Desligue as luzes

Colocar o bebê em um quarto escuro e silencioso muitas vezes é o jeito mais efetivo de acalmá-lo. Os bebês podem facilmente se sentem superestimulados com barulhos e luzes do dia a dia. Afinal, antes de eles nascerem, o ambiente que ocupavam era escurinho e calmo. Bloquear os estímulos pode deixá-los mais calmos.

5) Mude de cenário

Tente levar seu bebê chorão para outro ambiente diferente daquele onde o choro começou (e não quer parar mais). Ele vai se interessar pelo novo ambiente e se distrair. Pode ser até que o bebê mude o humor, dependo do caso.