Engravidar

5 verdades sobre como é voltar a menstruar após a gravidez

Imagem 5 verdades sobre como é voltar a menstruar após a gravidez

Publicado em 25/09/2018, às 15h01 - Atualizado em 26/10/2021, às 08h17 por Redação Pais&Filhos


Depois de ter um bebê, ficar menstruada novamente pode ser a última coisa que passa pela sua cabeça. Mas, se você está pensando nisso, pode estar se perguntando coisas como: quando virá? Será diferente agora? Quanto tempo vai durar? Será muito pesado? Doloroso? O que mais eu preciso saber? De uma olhada nas cinco respostas que os especialistas deram para a redação da POPSUGAR!

1. Amamentação influência
A amamentação pode tornar seu período um pouco misterioso. “Algumas mulheres tem o primeiro ciclo pós parto depois de seis a oito semanas, e algumas mulheres não vêem a menstruação até alguns meses depois de terem terminado a amamentação, o que pode levar até seis meses”, disse a Dra. Natasha Chinn, obstetra e ginecologista. Quando você amamenta, a prolactina aumenta e pode inibir o fluxo. Os níveis variam, porém, com base na mulher, mas “geralmente o fluxo é mais leve e pode não acontecer com tanta freqüência. Os níveis mais altos de prolactina diminuem o fluxo”, explica ela.

2. Você pode ter sexo
Sim, você pode fazer sexo durante seu ciclo após a gravidez. “Se você está propenso a cólicas menstruais e formação de cisto durante o período menstrual, certas posições podem ser mais dolorosas durante este período, mas não é perigoso”, diz Chinn. Sua melhor aposta é mulher em cima ou reverse cowgirl, porque você tem mais controle sobre o movimento.

3. Vai ser parecido com o seu período normal
Enquanto o retorno do seu primeiro período pode variar, normalmente o tipo de período que você vai ter se assemelhará ao ciclo que você sempre teve antes de engravidar disse a  Dra. Karen Brodman de Nova York. Então, se seu fluxo era intenso antes, provavelmente será intenso agora.

4. Virá depois da ovulação
“Baixo estrogênio e ovulação param enquanto a produção de prolactinaainda estiver acontecendo”, explica Brodman. “Isso essencialmente impede a ovulação, o que é prático: as novas mamães precisam cuidar de seus bebês e permitir espaço entre as gravidezes. Não há como saber exatamente quando você vai começar a ovular novamente, então não confie na amamentação como contracepção.” Isso significa que você pode engravidar em seu período, então use proteção. Uma vez que a ovulação ocorra, sua menstruação virá duas semanas depois (a menos que você não use contraceptivos), diz ela.

5. Seu ciclo será “normal” sem o contraceptivo
Os sintomas serão normais com base no seu ciclo como era antes de começar o anticoncepcional. “Tenha em mente : se você tomava pílulas a maior parte de sua vida, você pode não estar acostumado ao seu ciclo ‘natural’. Comprimidos tornam os períodos mais leves, dão menos cãibras e ajudam na acne“, diz Brodman. Então, se você não voltar a tomar depois da gravidez, pode ser mais pesado, você pode ter mais cólicas e pode haver um aumento da acne. No entanto, isso é baseado no indivíduo e em como era o período anterior ao controle de natalidade.

Leia também:

Novo método pode ajudar mulheres com insuficiência ovariana a engravidar

Escola é lugar de brincar, conversar e aprender

Conheça o casal que cria os 2 filhos em um trailer de 19 metros quadrados


Palavras-chave
BebêMãepós-parto

Leia também

Gêmeas siamesas falam sobre relacionamento - (Foto: reprodução/TikTok)

Família

Gêmeas siamesas falam sobre relações íntimas após uma assumir namoro

Zé Felipe e Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Zé Felipe deixa Virginia constrangida em estreia de programa no SBT: "Máquina de sexo"

Mulher que amputou pênis do marido está trocando cartas com ele direto da prisão - (Foto: Reprodução/Metropoles)

Família

Mulher que amputou pênis de marido fala sobre casamento com ele: "Se me quiser, eu quero"

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Virginia se pronuncia sobre atitude polêmica com babá da filha: "Não foi porque não quis"

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha