Notícias

Absurdo! Mãe é proibida de assistir à aula em faculdade por estar acompanhada da filha

Sergio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Sergio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Publicado em 11/03/2018, às 13h59 por Redação Pais&Filhos


Waleska Maria Lopes é mãe e estudante de Ciências Socias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e na última terça-feira (6) passou por uma situação humilhante e inaceitável. Durante uma aula de Introdução à Sociologia, o professor Alípio Sousa Filho a proibiu de assistir às suas aulas porque ela estava acompanhada de sua filha, de 5 anos. Segundo Waleska, o professor disse que a presença da criança atrapalhava a aula e, por isso, mandou que elas deixassem a classe.

Waleska cria sua filha sozinha. Trabalha de manhã e à tarde como atendente de telemarketing, enquento a menina fica em uma escola, mas não tem com quem deixar a filha à noite, no horário das aulas na faculdade. “Me senti muito mal. Minha filha perguntou se eu não podia mais assistir às minhas aulas e se era por causa dela. É uma grande humilhação. A única família dela sou eu. Ela só tem a mim. Foi terrível”, contou ao G1 RN.

Alipio Filho alega que não expulsou Waleska, disse que apenas a proibiu de voltar a uma aula acompanhada da filha. Ao G1, ele afirmou: “Uma criança de cinco anos, todo mundo sabe, é uma criança que fica inquieta. Fica chamando a atenção da aluna, o que faz com que ela não esteja atenta à aula. Além disso, chama a atenção dos demais alunos”.

A história fica ainda pior! Outros alunos da turma registraram em áudio o momento em que mãe e filha eram expulsas da classe. Em um dos trechos, o professor afirma: “Ela encontre uma rede de solidariedade para cuidar da criança. Não consegue essa rede de solidariedade? Repense sua vida. Não tem que estar estudando na universidade. Você só faz isso se tiver condições. ‘Ah, eu sou pobre, não tenho’. Problema seu, a universidade não tem problema com isso, se vire”.

Alunos da universidade se solidarizaram com o ocorrido, iniciaram uma campanha de apoio à Waleska e pedem o afastamento do professor. Em suas redes sociais, Waleska agradeceu o apoio e escreveu: “Não vou sair da Universidade! Não vou recuar! Não quero que a minha filha se lembre desse episódio com vergonha!”.

(Foto: reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)

Esse episódio é um absurdo! Coletividade sempre é um caminho para a educação e qualquer tipo de discriminação ou exclusão não leva à lugar nenhum.

Leia também

Você viu isso? Menino leva irmão de um ano para a escola por não ter com quem deixar

Apoio é tudo: Professora acalma bebê para mãe assistir aula na faculdade

Não dá para acreditar que essa creche depilou as ‘monocelhas’ dos alunos


Palavras-chave

Leia também

Jogador do Corinthians - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians vem à tona 2 meses depois

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Anna Jatobá retira sobrenome do ex-marido depois do fim do relacionamento - (Foto: Divulgação)

Família

Anna Jatobá e filhos excluem sobrenome de Alexandre Nardoni após separação

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

O corpo começa a dar sinais de que vem bebê aí bem antes da menstruação atrasar - Getty Images

Gravidez

Sintomas de gravidez: nos primeiros dias, que ninguém sabe, de menino e menina e muito mais

Amanda Kimberlly confirma gravidez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Suposta mãe do 3º filho de Neymar confirma gravidez nas redes sociais

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar