Gravidez

Virginia diz que estava "magra demais" para engravidar: como o peso afeta a fertilidade

Antes de descobrir terceira gestação, Virginia achava que estava magra demais para engravidar - Reprodução/Instagram/Freepik
Reprodução/Instagram/Freepik

Publicado em 18/01/2024, às 11h18 por Marina Teodoro, Editora de digital | Filha de Ana Paula e Gilberto


Apesar de nunca ter escondido sua vontade de ter outro filho, a influenciadora Virginia Fonseca surpreendeu os seguidores ao anunciar a terceira gravidez nesta quarta-feira, 17 de janeiro. Ela já é mãe de Maria Alice, 2 anos, e Maria Flor, 1 ano, fruto do relacionamento com o cantor Zé Felipe. Ao contar sobre o processo que passou para conseguir engravidar novamente, ela afirmou que chegou a "deixar para lá" a ideia, porque estava muito magra e achava que isso poderia atrapalhar.

"Desses tempos atrás eu emagreci e pensei: 'Agora menos ainda é a chance de engravidar'. Porque falam, isso tudo coisa da minha cabeça, mas falam que quando a gente está muito magra não engravida, né?", contou Virginia em um vídeo no seu canal do YouTube.

Virginia está grávida do terceiro filho com Zé Felipe - Reprodução/Instagram

Mas afinal, mulheres mais magras têm mesmo menos chances de engravidar? Para explicar, conversamos com o Dr. Igor Padovesi, ginecologista e obstetra, pai de Beatriz, Guilherme e Cecília. "Mulheres muito magras, com um percentual de gordura muito baixo, podem ter comprometido a função hormonal do ciclo menstrual, porque os hormônios que participam do ciclo menstrual são hormônios esteroides que dependem de gordura para serem formados", inicia, pontuando que a mulher com índice de percentual de gordura corporal muito baixo frequentemente tem problemas menstruais, pela falta de gordura para produzir os hormônios. 

O ginecologista e obstetra explica que o que pode ser feito para melhorar as chances de engravidar é realmente ganhar um pouco de peso ou fazer tratamentos para estimular ovulação a partir do uso de hormônios artificiais. Mas ele faz um alerta: "Isso geralmente acontece em mulheres muito magras, no nível de desnutrição, ou em atletas, que às vezes têm servimento menstrual, não pelo baixo índice de gordura, mas por atividade física excessiva, intensa, que impacta também no ciclo menstrual".

Existe peso ideal para engravidar?

A resposta é não. Porém, o percentual de gordura no corpo pode influenciar a fertilidade da mulher e diminuir as chances de engravidar. O ginecologista Paulo Gallo, pai de Breno e Paulo Júnior, especialista em reprodução humana, alerta que seja com peso demais ou peso de menos, em ambas a situações a mãe em potencial precisa ficar atenta a complicações que podem surgir também depois da concepção.

Um jeito de saber se o seu peso pode ser um problema na falta de fertilidade, é calcular o seu índice de massa corporal, o IMC. Se ele estiver fora da faixa adequada, de acordo com suas medidas, o primeiro passo é procurar seu médico e, antes de iniciar qualquer dieta, seja para engordar ou emagrecer, também é indicado fazer um acompanhamento com um endocrinologista.

Peso demais

“A mulher que tem excesso de peso tem chance maior de não ovular, mas isso não quer dizer que toda mulher obesa não vai ovular, acontece que ela tem chance maior de ter uma disfunção”, explica o dr. Gallo.

Mulher grávida
Não existe peso ideal para engravidar, mas o percentual de gordura no corpo pode influenciar a fertilidade (Foto: Freepik)

Se você quer engravidar e está com sobrepeso, o ideal é procurar orientação para perder peso antes e não correr o risco de ter diabetes gestacional, pré-eclampsia (pressão arterial da gestante), além de outras complicações não tão graves, como as estrias.

Peso de menos

Da mesma forma que ocorre com a obesidade, o fato da mulher estar abaixo do peso não quer dizer que ela não vai ovular. O problema é que mulheres que tem baixo percentual de gordura no corpo têm chances maiores de ter uma disfunção do hipotálamo, que controla a ovulação, o que pode levar à amenorréia, que é a ausência de menstruação.

Mulher segurando teste de gravidez
Antes de fazer qualquer dieta, para engordar ou emagrecer, busque ajuda de seu ginecologista - Reprodução/Freepik

Além disso, a mulher muito magra corre maior risco de aborto. “Ela não vai ter reservas de energia no corpo, então ela precisa se alimentar bem durante a gravidez”, alerta o ginecologista.

Se a mulher está muito abaixo do peso, é preciso avaliar se o problema não é patológico, como a anorexia. Neste caso, é preciso o acompanhamento de um psicólogo.


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

(Foto: reprodução/Instagram)

Família

Lore Improta mostra evolução da barriga e avisa: "Tem mais neném chegando"

Menina morre em tubulação de piscina - (Foto: Reprodução)

Família

Menina de 8 anos é encontrada morta em tubulação de piscina em hotel luxuoso

Ticiane Pinheiro e família - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Ticiane Pinheiro fala sobre gravidez e chegada de segundo filho com César Tralli

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Sabrina Sato compartilha momentos da viagem para Paris com Zoe, Nicolas Prattes e família do ator - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Sabrina Sato se declara para Nicolas Prattes após Duda Nagle anunciar separação

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar