Família

Conheça 6 mitos e verdades sobre a dor de garganta

Já ouviu dizer que o tempo seco agrava as crises? Descubra se é verdade

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

mitos e verdades sobre a dor de garganta

Crianças são mais suscetíveis ao problema do que os adultos (Foto: Shutterstock)

A dor de garganta pode ser muito incômoda. Mas, quando falamos sobre o problema, é importante ressaltar que há vários tipos, com causas diferentes. Pode ser, por exemplo, amidalite ou faringite, bacteriana ou viral.

Segundo o otorrinolaringologista Ricardo Dolci, filho de José Eduardo e Maria Inês, as amidalites mais comuns são as bacterianas e as faringites são as virais. “A amidalite causa um incômodo mais intenso, dor no corpo e deve ser tratada com antibiótico. Já a faringite, em geral, pode ser resolvida com anti-inflamatório”, afirma o especialista.

Leia também

Anúncio

FECHAR

É gripe ou resfriado?

O que você deve e não deve fazer quando seu filho estiver com febre?

Medicação em casa: saiba quais são os erros mais comuns que cometemos

Você já ouviu dizer que mudanças de temperatura causam dor de garganta? Para esclarecer essa e outras dúvidas sobre o assunto, contamos com a ajuda de Ricardo Dolci e Talita Poli Biason, pediatra do Aché Laboratórios para esclarecer o que é verdade e o que não passa de mito.

1. Mudanças bruscas de temperatura podem causar dor de garganta?

Mito. “A mudança brusca de temperatura pode agravar a sensação de dor ou desconforto na garganta, mas não é a principal causa do problema”, explica Talita. O  ar seco também é um agravante dos sintomas. Vale ressaltar que o que acontece é que no tempo frio pode ocorrer uma queda da imunidade, o que nos deixa mais suscetíveis às infecções.

2. Crianças são mais suscetíveis do que adultos?

Verdade. “Durante a infância as amídalas estão crescendo e nesse período é mais fácil ter infecção”, afirma Ricardo Dolci. Além disso, as crianças ainda estão com o sistema imunológico em formação.

3. Gripe pode levar à dor de garganta?

Verdade. Este pode ser um dos sintomas das gripes. Porém, as causas são diversas. Além das amidalites e faringites, as dores de garganta crônicas podem estar relacionadas a algum processo alérgico, ao tabagismo, ao esforço vocal, entre outras causas.

dor de garganta nas crianças

A dor de garganta pode ser um dos sintomas da gripe (Foto: Shutterstock)

4. É possível prevenir?

Verdade. Lavar as mãos com frequência e ter uma boa alimentação ajudam no bom funcionamento do sistema imunológico e são hábitos que auxiliam na prevenção de várias doenças, principalmente as contagiosas. Beber água com frequência para manter as vias aéreas hidratadas, evitando ressecamentos, também é importante.

5. O tratamento deve ser feito sempre com antibióticos?

Mito. O tratamento depende da causa. Evite a automedicação, pois somente o médico poderá fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor caminho.

6. Gargarejo e pastilhas podem ajudar a tratar?

Parcialmente verdade. “Eles funcionam como um tratamento complementar dos processos inflamatórios  dessa região”, diz Talita. As pastilhas têm anestésico e aliviam a dor momentaneamente. “O gargarejo pode ajudar a limpar a mucosa, mas deve ser feito somente com água morna”, recomenda o otorrinolaringologista.

Ele também afirma que gargarejo com limão pode prejudicar em vez de ajudar, pois acaba irritando ainda mais a garganta. Quanto a consumir mel, não é mito. Ele realmente tem uma enzima (glicose oxidase) que ajuda na restauração da mucosa, mas não substitui o uso de medicamentos.

Consultoria:  Ricardo Landini Lutaif Dolci, sócio da Clínica Dolci – Otorrinolaringologia e Cirurgia Estética Facial, em São Paulo; Membro Titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologista e Cirurgia Cervico-Facial.
Talita Poli Biason, gerente médica da unidade MIP (medicamentos isentos de prescrição) do Aché Laboratórios.

Dores de ouvido são mais comuns no verão; Saiba como evitar

Guia da tosse

O primeiro resfriado