Criança

Nossas crianças estão comendo mal. Precisamos falar sobre isso!

Pesquisa traçou o perfil alimentar infantil no país nos últimos 10 anos. Você vai se surpreender

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

pesquisa_alimentacao_crianças

Frutas e vegetais são pouco consumidas pelas crianças brasileiras (Foto: Shutterstock)

Arroz, feijão, carnes, leite, frutas, doces, comer muito ou pouco, em São Paulo ou na Bahia… Você saberia responder qual é o perfil de alimentação das crianças brasileiras dos 6 meses aos 6 anos? Uma pesquisa da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP, da Universidade Federal de Alagoas e da Danone Early Life Nutrition foi atrás de respostas atualizadas.

O estudo baseou-se em informações sobre a alimentação de lactentes e pré-escolares publicadas nos últimos 10 anos no país. Uma das conclusões foi de que, apesar das diferenças geográficas, sociais e de idade, as crianças brasileiras possuem um perfil nutricional bastante parecido entre si.

Outro ponto interessante é que, nas últimas duas décadas, o país teve uma inversão de tendências. Estudos feitos nas décadas de 1970, 1980 e 1990 apontavam que o grande problema era a desnutrição. Resultados de hoje mostram exatamente o contrário: elas sofrem com o sobrepeso e a obesidade. Segundo a pesquisa, isso pode ser explicado pela influência do crescimento econômico, urbanização e hábitos alimentares inadequados na infância.

Anúncio

FECHAR

Sua casa está mais para feira ou para bomboniere? Pense sobre isso, pois o relato menciona que frutas e vegetais são pouco consumidas por todas as crianças brasileiras. Por outro lado, foi observado alto consumo de alimentos fritos, refrigerantes, doces e sal – 22% das crianças consomem doces e refrigerantes diariamente, enquanto mais de 70% o fazem pelo menos uma vez por semana.

Em relação ao consumo de proteína, concluiu-se que, no geral, foi alcançado o nível mínimo sugerido – 1,2 a 2 gramas por quilo de peso/dia – vindos de fontes de proteína, como carne, frango e peixe. Porém, ocorre excesso de proteína devido à grande ingestão de leite de vaca. Esse alimento apresenta níveis de alguns nutrientes em abundância (principalmente proteína e sódio), quando consumido precocemente.

Falando em leite, a preparação da mamadeira foi considerada inadequada de um modo geral. Isso porque, frequentemente, são adicionados achocolatados, farinhas e cereais ao leite de crianças que não têm idade suficiente para consumir esses alimentos.

 

Leia também:

Alimentação saudável na infância: saiba como criar regras simples

Como alimentar seu filho em cada fase da infância

5 dicas para ter uma alimentação mais feliz

Oferecer alimentação saudável em cantinas escolares ainda é um desafio