Criança

3 estilos de vida que podem tornar seu filho egoísta

As crianças desenvolvem a personalidade na infância, seu comportamento influenciará o futuro deles

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

shutterstock_491178727

(Foto: Shutterstock)

Esteja atento. Quando falamos de pessoa egoísta, normalmente pensamos nos adultos. Egoístas se acham mais importantes que os outros e necessitam de admiração. Mas para entender onde esse tipo de atitude começa, temos que avaliar a infância da pessoa. As informações são do site PopSugar.

Crianças são mais sucetíveis à influências, porque estão desenvolvendo sua personalidade. E quem a gente imita quando somos pequenos? Nossos pais! O jeito que você trata seu filho molda a personalidade dele e reflete na vida adulta. Veja três atitudes que podem tornar uma criança egoísta:

Valores errados

Anúncio

FECHAR

A família é muito competitiva, tem muita ganância e vive reproduzindo frases como “Você precisa ser o melhor de todos” o tempo inteiro. Quando a criança vence ou conquista alguma coisa é muito elogiada, mas quando não consegue os pais demonstram decepção. Isso é ruim para a educação dela. Nesses casos o filho só se sente seguro e amado quando é bem sucedido e reconhecido por todos como o melhor.

Ser egoísta

Pais egoístas sempre colocam a criança para baixo. Geralmente estão irritados ou se irritam com facilidade e colocam suas expectativas em coisas que não são realistas. Se há mais de um filho, o pai costuma exaltar um mais que o outro. Mas o “filho bom” pode rapidamente se tornar o “pior” e de repente outro irmão é exaltado. Ninguém na família se sente seguro.

Criança que cresce assim se sente na maior parte do tempo humilhada. Quando adulto irá frequentemente tentar provar seu valor buscando ser o melhor independente do que tenha que fazer para provar que os pais estavam errados.

Estimular (sempre) uma “criança de ouro”

A criança fica constrangida pelos elogios excessivos e se sente obrigada a sempre desempenhar um bom papel. Ouve frases como: “Meu filho é a luz da nossa família, trará uma vida muito melhor para todos nós”. Não há nada demais em exaltar seu filho e incentivar o crescimento, mas isso não pode se tornar um peso para ele. Caso isso aconteça, vai refletir negativamente no seu futuro.

Leia também:

Cientistas estão perto de “curar” alergias e crise de asma

Filho único não é sinônimo de criança mimada, dizem os especialistas

Menina inspira com sua foto do primeiro e último dia de aula

Pais&Filhos TV