Bebês

Adeus ansiedade e angústia! Veja 8 passos para te ajudar na amamentação

O psicológico conta muito nessa hora

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Amamentar é algo que não depende somente do nosso corpo, mas a mente também tem papel importante nesse processo. Sabe aquela sua amiga que vive te falando sobre como foi difícil ter leite para alimentar o próprio bebê? Pode parecer algo inofensivo, mas é algo que fica no seu inconsciente e, futuramente, pode gerar um estresse emocional, por você achar que passa pelo mesmo problema.

Leia também:

Quando você realmente não pode amamentar

Anúncio

FECHAR

Veja os 10 problemas mais comuns na hora de amamentar

20 respostas sobre amamentação que toda mãe deve saber

Cema Santos, mãe de Luis é Master Coach e Trainer in Time Line Therapy® (TLT®) e Programação Neurolinguística. Conversamos com ela para entender melhor como as mães que não conseguem amamentar podem fazer para que a ansiedade e a angústia não virem uma bola de neve.

1)  A primeira coisa é se perguntar com toda honestidade “o que eu que quero?”. Depois, questione: “ Quando estiver amamentando meu bebê, vou estar 100% feliz?”. Tenha em mente que isso é algo que você deve querer e não fazer somente para satisfazer a vontade de outras pessoas.

2) A partir das respostas anteriores, caso as mesmas sejam positivas, a mulher deve então acreditar 100% que ela pode amamentar (todas nós podemos!). Calma!

3) Evite ficar ouvindo ou lendo histórias de falhas, de mulheres que não conseguiram amamentar por qualquer razão que seja… Filtre suas informações e foque no que você quer!

4) Visualize-se dando de mamar para o seu bebê, sinta a emoção da plenitude, repare na carinha de satisfação dele, o amor envolvido em todo esse processo. Permita-se!

5) Amamente em um lugar tranquilo e sereno, onde você e o bebê possam relaxar. Evite ter televisão ligada sob qualquer hipótese. Deixe o celular de lado e dedique-se ao momento, evite pessoas conversando ao seu redor enquanto você dá de mamar. Uma música tranquila e relaxante ajuda muito.

6) Deixe toda e qualquer preocupação fora da equação no momento da amamentação. Concentre-se no “fornecimento” do seu leite, veja-o como  abundante, como alimento sagrado para o seu bebê, o qual só você pode produzir, um leite de altíssima qualidade que satisfaz seu bebe a qualquer momento.

7) Se precisar usar a bombinha extratora um pouco antes de começar a dar de mamar, use-a sem culpa e relaxe enquanto faz isso, visualizando seu leite jorrando.

8) Agradeça a oportunidade de ser mãe e poder amamentar seu bebê (sempre e toda vez que for amamentá-lo)!

Cema Santos desenvolve um trabalho de apoio a grávidas desde sua vivência em Manaus, onde se especializou em obstetrícia e montou uma clínica de hidroterapia com aulas voltadas somente a elas (a primeira do Brasil nesses moldes). Na Austrália, a partir do conhecimento da Time Line Therapy®, também teve oportunidade de ajudar mães com extrema dificuldade de amamentação.