Notícias

Mãe solteira faz desabafo comovente sobre as dificuldades do dia a dia

Uma típica ida ao mercado pode ser muito complicada

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)

Quem é mãe sabe que existem dias lindos e outros que são muito difíceis. Parece que nesses dias mais complicados, tudo sai errado, as crianças não colaboram e você acaba se sentindo uma das piores mães do mundo. A dona da página Aly Brothers no Facebook postou um desabafo sincero e poderoso sobre um desses momentos em que foi extremamente julgada pelos outros.

Ela estava no mercado com seus dois filhos e eles não estavam se comportando muito bem, muitas pessoas a julgaram na fila do caixa, nos corredores e até mesmo falaram que ela era nova demais para ser mãe das duas crianças. O que mal sabiam é que ela, mãe solteira, já tinha passado por muitas dificuldades até chegar ali. Leia o relato completo:

maternidade2

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)

“Isto é a maternidade: sem filtros chiques, sem boa iluminação, sem batom novo. É um cabelo bagunçado que está molhado por causa da chuva, maquiagem de ontem que eu estava cansada demais para tirar, e lágrimas. A maternidade é difícil. Ser uma mãe solteira é ainda mais difícil. As lágrimas começaram no caixa do supermercado e continuaram pelo caminho até a minha casa. Lágrimas que foram transferidas para o meu filho mais velho, que não gosta de ver a mãe chorando. Nós sabemos o quanto meninos amam suas mães.

Anúncio

FECHAR

Veja você, meus dois filhos loiros, de olhos azuis, com feições de anjos, não foram tão angelicais hoje. Eram 8h da manhã e nós estávamos sem leite. Fomos juntos até o supermercado porque, se você conhece os meus filhos, sabe que eles não sobrevivem sem achocolatado. Mas eles não estavam no clima de ir até a loja. Meu menino mais jovem chorou o tempo inteiro. Ele não queria sentar no carrinho, ele não queria que apertassem o cinto, ele queria segurar todas as compras no colo. Ele ficou irritado. Ele jogou seu sapato, minha carteira, ele jogou os três alimentos que de fato cabiam no colo. E ele chorou. E as pessoas encararam.

Leia também:

Foto e desabafo viralizam ao mostrar um dos lados difíceis da maternidade

Desabafo: Mãe faz pedido aos fabricantes de biquínis e maiôs

Prepare-se para pirar: Menino autista faz desabafo em poema emocionante

Tudo bem, eu consigo lidar com isso. Meu filho de três anos de idade queria ser o Super-Homem, em pé no carrinho de supermercado. Eu disse que tudo bem, que ele precisava segurar firme e ficar com a postura ereta. Isso não aconteceu. Ele acabou caindo para trás, derrubando produtos de suas prateleiras. Na sequência, ele esbarrou com um estranho. Após o acidente, pedi para que ele andasse ao meu lado, mas ele se apressou e abriu todas as portas da seção de congelados para mostrar tudo que ele queria que eu comprasse. Eu tentei lidar com essa situação. Eu parei por diversas vezes, tentando me recompor e controlar os meus filhos.

maternidade4

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)

E então nós vimos balões. Meu Deus, como os meus filhos gostam de balões. Eles queriam o maior, que custava 8 dólares. Eu cedi. Nós compraríamos um balão, e o dividiríamos. Eles concordaram. Eles sorriram enquanto eu pegava o maior balão do Mickey Mouse que eles tinham. Mas, no caixa, eles não queriam dividir. Eles gritaram, eles choraram, eles brigaram. Eu peguei o balão para devolvê-lo para o atendente, e eles choraram mais alto. O mais novo apertou botões do computador enquanto o mais velho pegava doces. As pessoas na fila me encaravam. O atendente me encarava. Eu estava sendo vista por todos, com olhares acusatórios de ‘você não consegue controlar seus próprios filhos.

Um senhor mais velho sussurrou: ‘ela é muito jovem para ter duas crianças’, e eu perdi o controle. O atendente me entregou o recibo, e eu chorei. Eles não me conhecem. Eles não me conhecem como mãe. Eles não conhecem meus filhos. Eles não sabem que eu fui casada antes de começar uma família. Eles não sabem que eu abandonei o casamento por causa dos abusos, mesmo sabendo que seria muito mais difícil ser uma mãe solteira. É difícil, gente. Os olhares, os sussurros, o julgamento, é difícil.

Se você ver um pai lutando, ou se você ver uma criança fazendo escândalo, se você ver uma mãe à beira das lágrimas, por favor, faça algo bom. Por favor, não julgue com o olhar. E, para todas as mamães que estão tendo um dia como o meu: eu vejo vocês, eu conheço vocês, eu amo vocês.Vocês são fortes e vocês estão bem”, escreveu a mãe.

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)

(Foto: Reprodução / Facebook Aly Brothers)