Gravidez

Saiba quais exercícios físicos podem ser praticados durante a gestação

Médico e preparador físico falam sobre o assunto

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

exercícios físicos na gravidez

Hidroginástica e caminhadas são boas opções (Foto: Shutterstock)

Atividades físicas são benéficas em qualquer estágio da vida. Mas quando se trata da gestação, alguns cuidados são necessários. Primeiro, é preciso considerar que nem toda gestante pode praticar exercícios. É preciso a liberação do médico para que haja certeza de que a gestante está apta e que isso não vai fazer mal para ela e para o bebê. Caso o profissional recomende, veja no que você precisa prestar atenção antes de começar.

Segundo Renato de Oliveira, filho de Ivanir e Rosária, ginecologista e obstetra, responsável pela área de reprodução humana da Criogênesis, todas as gestantes que querem se exercitar devem passar pela avaliação do médico, mas especialmente as que não costumavam praticar exercícios antes de engravidar.

Leia também

Anúncio

FECHAR

5 benefícios que a yoga pode trazer para sua gestação

4 exercícios que ajudam a se preparar para o parto

3 exercícios para aliviar as dores nas costas na gravidez

O especialista explica que, para quem já praticava, é importante adequar a intensidade. Além disso, às vezes é necessário rever a modalidade. Durante a gravidez, há uma mudança do eixo de equilíbrio do corpo, o que pode aumentar o risco de queda durante a prática esportiva. Para o médico, aulas de zumba, por exemplo, não são ideais.

“De um modo geral, recomendamos hidroginástica. Se for fazer uma caminhada na esteira, usar o suporte de apoio, se for na rua, tem que analisar o terreno”, afirma Renato. Pilates especializado para gestantes também pode ser uma boa ideia. “Atividades de alta performance devem ser evitadas, pois o exercício intenso pode ser uma das causas de trabalho de parto prematuro. O estresse também”, completa.

exercícios físicos na gestação

O acompanhamento médico e de um profissional de educação física são essenciais (Foto: Shutterstock)

É importante procurar um profissional de educação física para realizar atividades físicas com o mínimo risco de lesão e traumas e para manter a postura correta. “É importante evitar posições que causem compressão direta no abdômen da gestante”, diz Felipe Kutianski, filho de Tavares e Ostapa, preparador físico da Ziva, graduado em Educação Física e pós-graduado em Bioquímica do Exercício.

Frequência, intensidade, volume, tipo de estímulos e intervalos são variáveis complexas que requerem um programa de treinamento compatível e seguro. Sempre que possível, é importante trabalhar com o máximo de profissionais conectados: médicos, professores, fisioterapeutas e nutricionistas, pois a segurança será maior e os resultados mais concretos.

Você sabe o que esperar da segunda gravidez?

Internet não é doutor

7 super dicas para aumentar seu pique no dia a dia