Gravidez

País tem 2.782 casos suspeitos de microcefalia, diz Ministério da Saúde

Número aumentou 16% em menos de uma semana

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Mosquito da dengue

O número de casos suspeitos de microcefalia aumentou 16% em apenas uma semana em todo o país, segundo o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira. Até dia 19 de dezembro foram notificados 2.782 casos e 40 mortes possivelmente relacionadas à infecção pelo vírus Zika, de acordo com a “Agência Brasil”.

Ministro diz que governo vai distribuir repelentes para grávidas

Anúncio

FECHAR

Microcefalia e o vírus zika: suas dúvidas solucionadas!

O Estado de Pernambuco continua concentrando o maior número de casos, no total de 1.031. Neste último balanço, o ministério não divulgou o número de casos em que há confirmação da ligação da microcefalia com o zika vírus. O diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, disse que agentes de saúde de alguns estados tiveram dúvidas sobre o enquadramento dos casos.

O Ministério da Saúde orienta que as medidas de combate ao Aedes aegypti devem ser reforçadas no período de férias e festas de fim de ano. O órgão recomenda que, antes de viajarem, os moradores façam uma vistoria para eliminar os recipientes que possam acumular água parada e servir como criadouro do mosquito.

Microcefalia: surto de casos faz país decretar emergência sanitária nacional

“Adiem os planos de gravidez”, diz diretor do Ministério da Saúde

De acordo com o ministério, 266 mil agentes comunitários de saúde trabalham nas ações de combate ao mosquito e cuidado com os criadouros no país.