Gravidez

Nó verdadeiro de cordão: entenda a condição que Bárbara Evans descobriu durante o parto da filha

Bárbara Evans descobriu, durante o parto da primeira filha, que havia um nó verdadeiro de cordão - Reprodução Instagram @barbaraevans22
Reprodução Instagram @barbaraevans22

Publicado em 06/04/2022, às 16h15 por Cecilia Malavolta, filha de Iêda e Afonso


Na última terça-feira, 05 de abril, Bárbara Evans contou que descobriu um nó verdadeiro de cordão durante o parto da primeira filha, Ayla. A menina, fruto do relacionamento da modelo com Gustavo Theodoro , veio ao mundo no último dia 3 de abril.

“Descobrimos na hora do parto, e graças a Deus estamos ótimas. Nó verdadeiro de cordão. Ocorre quando o cordão [umbilical] dá um nó em si mesmo. Esse tipo de problema é raro, mas gera muita preocupação. Dependendo do quão apertado o nó está, ele pode até mesmo interromper a troca de nutrientes entre a mãe e o bebê”.

O nó verdadeiro de cordão é uma condição muito rara e que atinge somente 2% dos partos ao redor do mundo todo. Ao longo da gestação, o cordão umbilical pode dar voltas e formar nós ao redor de si, mas não são motivos de preocupação. Já os verdadeiros podem acarretar em asfixia perinatal e aumentam as chances de morte intrauterina.

“Nós de cordão umbilical são formados a partir da rotação do cordão sobre seu próprio eixo. Acredita-se que aconteça no início da gestação, durante o primeiro trimestre, e pode ocorrer também durante o trabalho de parto. São as famosas cambalhotas que o bebê dá!”, explica Cinthia Calsinski, mãe de Matheus, Bianca e Carolina, enfermeira obstetra, consultora de amamentação e colunista da Pais&Filhos.

Nem todo nó no cordão umbilical pode causar asfixia perinatal

De acordo com Cinthia, os nós verdadeiros de cordão raramente são identificados em ultrassons e costumam ser descobertos durante o momento do parto, como foi o caso de Bárbara Evans. “O nó verdadeiro costuma ser passível de deslizamento na extensão do cordão, mostrando que não há compressão de vasos sanguíneos. Isso acontece devido a “geleia de Wharton”, que tem a função de proteger o cordão e evitar a compressão para que não haja prejuízo do fluxo para o bebê”.

“Não é comum que o nó cause diminuição do fluxo sanguíneo para o bebê na gestação ou durante o trabalho de parto”, explica a especialista – por isso que os casos de nós verdadeiros que podem realmente prejudicar a saúde do bebê são tão raros. “Nós muito justos ou múltiplos aumentam 4 a 10 vezes a chance de óbito fetal”. Mas, como todo cuidado é importante, Cinthia orienta que fazer o acompanhamento da gravidez é fundamental. “A melhor conduta é assistência pré-natal de qualidade, ausculta da frequência cardíaca fetal intraparto e lembrar que circular de cordão assim como nó verdadeiro de cordão umbilical não são indicações de cesárea”.

Bárbara Evans descobriu, durante o parto da primeira filha, que havia um nó verdadeiro de cordão
Bárbara Evans descobriu, durante o parto da primeira filha, que havia um nó verdadeiro de cordão (Foto: Reprodução Instagram @barbaraevans22)

O que é asfixia perinatal?

A asfixia perinatal é uma das principais causas de morte em recém-nascidos no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, a doença pode acometer entre 1 e 6 bebês a cada mil nascidos vivos em países desenvolvidos. Atualmente, estima-se que, no Brasil, nascem de 15 a 20 mil bebês por ano, ou seja, aproximadamente 2 bebês por hora com asfixia perinatal, que é a falta de oxigenação em momentos próximos ao parto. A doença é uma das principais causas de morte (23% da mortalidade) e de lesão cerebral permanente em recém-nascidos no Brasil e no mundo.

O problema acontece pela falta de oxigenação logo após o nascimento e nos primeiros minutos de vida do bebê. Ela pode acontecer por diversos fatores, mas, principalmente, pelo descolamento da placenta, rompimento do útero, nó verdadeiro de cordão, entre outras causas. Entenda mais sobre os principais riscos da asfixia perinatal e a importância de ter acompanhamento profissional no parto.


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Pai de Davi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Pai de Davi não concorda com posição do filho e decide ir morar com Mani

Imagem Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Família

Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Virginia Fonseca toma atitude após Maria Alice empurrar Maria Flor: “Dói mais na gente”

Copo Stanley - Divulgação

Super desconto

App Day Amazon: os famosos copos térmicos da Stanley com até 55% de desconto

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto do filhos - Reprodução/ Instagram

Família

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto dos filhos em fotos nas redes sociais

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar