Gravidez

Gravidez: entenda por que de repente você tem aversão a sua comida preferida

Mães de meninos costumam ter mais

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

untitled-design-51

(Foto: Shutterstock)

Gravidez é um período de grandes transformações. Parece que você está em uma montanha-russa e a cada dia é um looping diferente, não é? Nesse pacote de mudanças entram as aversões alimentares. De repente sua comida preferida causa um enjoo enorme em você. Mas calma, a gente te explica quais as possíveis causas desse incômodo específico segundo os especialistas.

“Cerca de 50% das mulheres grávidas nos Estados Unidos experimentam aversões alimentares durante a gravidez”, afirma Kecia Gaither, ginecologista-obstetra de Nova Iorque. “Isso costuma acontecer nos primeiros três meses, por causa do hormônio Gonadotrofina Coriónica Humano (HCG)”. Porém em alguns casos essas aversões acompanham a mulher durante toda a gestação.

Um estudo de 2015, feito pela revista Physiology & Behavior, mostrou que as mulheres que têm meninos são mais propensas a experimentar esse sintoma. A teoria é que os embriões masculinos são mais vulneráveis que os femininos, então sentir-se mal em relação à alguns alimentos é uma maneira que o corpo tem de proteger o feto. “Sempre dizemos que as aversões alimentares servem para proteger mãe e bebê, mas não há base científica para isso”, comenta Gaither.

Anúncio

FECHAR

Agora, se você não se encaixou em nenhum dos casos citados, a doutora Gaither tem outra teoria: “Provavelmente se trata do cheiro!”. Para as mulheres que tinham o olfato apurado, durante a gravidez isso é multiplicado por 2. “Os surtos hormonais que você experimenta podem intensificar seu olfato, o que influencia a preferência ou aversão alimentar”, afirma a especialista.

 

Leia também:

Starbucks em SP é acusada de racismo contra criança negra

9 segredos sobre a gravidez que ninguém te conta (mas deveria)

10 passos para uma alimentação saudável na gravidez

Pais&Filhos TV