Família

Xuxa assume falhas em seus antigos programas de TV: “Que trauma eu coloquei na cabeça das crianças”

Xuxa, de 60 anos, deu uma entrevista ao jornal New York Times - Reprodução/ Instagram
Reprodução/ Instagram

Publicado em 16/08/2023, às 08h08 por Sophia Dolores, filha de Lucineia e Nilo Júnior


Xuxa Meneghel conversou com o The New York Times, o principal jornal dos Estados Unidos, sobre o documentário que vem fazendo sucesso na Globoplay. Chamada pela publicação de “Barbie do Brasil”, ela fez um mera culpa quando questionada a respeito da falta de representatividade em seus programas que, segundo a publicação, não mostrava a diversidade do povo brasileiro como deveria.

Xuxa, de 60 anos, deu uma entrevista ao jornal New York Times (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Eu não via isso como errado naquela época. Hoje sabemos que está errado”, declarou a apresentadora. Para o NYT, as falhas aconteceram por decisões da ex-diretora Marlene Mattos, e também pela cultura brasileira da época. Sem fugir da responsabilidade, Xuxa disse que endossou muitas coisas que foram ao ar na época, embora não tenha sido responsável pela maioria das decisões.

A reportagem destaca que, assim como Xuxa, o elenco de seu programa era formado por meninas magras, loiras, brancas e, quase sempre, de olhos claros. “Xuxa já foi a maior estrela da TV brasileira. Agora muitos estão se perguntando se uma mulher branca, magra e loira era o ídolo certo para um país tão diverso”, diz o subtítulo da matéria, intitulada “Ela era a Barbie do Brasil. Agora ela está pedindo desculpas”.

Em entrevista ao jornal, Xuxa admitiu parcela de culpa pela falta de diversidade em seu programa (Foto: Reprodução/ The New York Times)

“Nossa, que trauma eu botei na cabeça de algumas crianças. Mas eu endossei. Eu assinei embaixo”, lamentou a Rainha dos Baixinhos. Segundo o texto, “muitos, incluindo a própria Xuxa, questionam se o ideal limitado que ela representava era uma influência positiva no Brasil, país com uma população majoritariamente negra e que enfrenta um debate nacional sobre o que é considerado belo e quem foi apagado da cultura popular”, afirma.

“Não é culpa do ‘Show da Xuxa’. O que está em falta é tudo o que nos foi repassado normalmente”, completou ela. Xuxa ainda disse que também estava sujeita a ideais de beleza cruéis. “Desde pequena, fui vista como um pedaço de carne”, afirmou. De acordo com ela, ela foi instruída a perder peso, forçada a fazer cirurgia plástica e proibida de cortar o cabelo. “Uma boneca tem que ter cabelo comprido”, relembrou a apresentadora.

Xuxa lamentou o impacto que causou em meninas que não eram brancas e loiras (Foto: Reprodução/ Instagram)

Xuxa fala sobre perda de virgindade com Pelé

No quinto e último episódio de “Xuxa, o documentário“, produção da Globoplay, a Rainha dos Baixinhos revelou que queria muito perder a virgindade na adolescência por conta de um apelido pejorativo que recebeu no início da carreira de modelo: “Quando eu comecei a ser modelo com 16 anos, logo veio o título de símbolo sexual. As pessoas riam de mim, porque eu não sabia fazer cara de tesão. Tinham que me explicar com uma caneta na boca. A maioria das fotos em que estou assim era o tesão para uma virgem que não sabia o que era tesão”, começou o desabafo.

“A gente começou a namorar, e ele foi realmente o primeiro cara com quem eu transei legal, assim, na cama, vi o que era. Achei engraçado poder ver de perto tudo.” Xuxa também falou dos traumas dos abusos sexuais sofridos quando era criançaem Coroa Grande, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.


Leia também

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Bebê de 1 ano m0rre após descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"

(Foto: Silvio Avila/AFP)

Família

Doações para o Rio Grande do Sul: veja onde e como doar às vítimas de forma segura

Isis Valverde e seu filho Rael - Foto: Reprodução/Instagram

Família

Isis Valverde faz desabafo emocionante: "Sei que não sou boa mãe"

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar