Família

Quando começa a adolescência?

Saiba quando seu filho passa de criança para adolescente

Isabela Kalil de Lima

Isabela Kalil de Lima ,Filha de Kátia e Fabio

Cada vez mais os pais têm dúvida sobre quando começa a adolescência (Foto: Shutterstock)

Cada vez mais os pais têm dúvida sobre quando começa a adolescência (Foto: Shutterstock)

Estamos sempre ouvindo falar da temida fase da adolescência, mas quando exatamente ela começa? A Organização Mundial da Saúde define que a fase dura dos 10 aos 20 anos. Já o Estatuto da Criança e do Adolescente estipula que acontece dos 12 aos 18 anos. Alguns especialistas, porém, dizem que as crianças passam a ser adolescentes a partir dos 11 anos.

Leia mais:

Diário de um pré-pré-adolescente

Anúncio

FECHAR

Puberdade precoce: saiba como identificar e tratar

Crianças e adolescentes em segurança

Karin Kenzler, mãe de Isabella e Mark e psicóloga do Colégio bilíngue alemão Humboldt, de São Paulo, é uma delas. A profissional lembra que as mudanças que caracterizam a adolescência são alterações físicas, vergonha do corpo, dificuldade de conversar e de contato físico em público com adultos e até conhecimento do corpo por meio da masturbação.

A TV e a internet pode adiantar a passagem da infância para a adolescência (Foto: Shutterstock)

A TV e a internet pode adiantar a passagem da infância para a adolescência (Foto: Shutterstock)

Karin lembra também que existem duas fases da adolescência: a tardia e a média. Na primeira, que acontece dos 15 aos 16 anos, as crianças passam a começar a definir sua identidade sexual. “Elas também começam a experimentar contatos íntimos, como beijo e sexo”, acrescenta a psicóloga. Já na segunda fase, dos 17 aos 20 anos, consolidação da identidade sexual, maior estabilidade afetiva, relacionamentos afetivos duradouros e namoros apaixonados são pontos que podem ser observados.

Twitter ganha popularidade com adolescentes que fogem dos pais no Facebook

Internet: perigosa, sim!

Outra questão muito abordada por muitos pais é o adiantamento desta fase. Existe um sentimento de que as crianças estão se tornando adolescentes cada dia mais cedo.  A exposição excessiva das crianças à sensualidade precisa ser observada com cuidado, já que, além de precipitar a passagem da infância para a adolescência,  pode passar uma mensagem muito permissiva “de que tudo pode”.

Mas os pais não podem temer isso tudo. Eles devem saber como lidar com este momento, já que ele é tão importante. “É essencial saber que o processo é saudável e bem-vindo, mas deve ser observado de perto e com atenção”, lembra Karin.

46% das crianças e adolescentes experimentam bebida alcoólica dentro de casa

Agora já é ‘mocinha’!