Família

Jogador que inspirou ‘Um Sonho Possível’ processa família adotiva e desmente o filme

Michael Oher teve sua história contada no filme “Um sonho possível”, estrelado por Sandra Bullock - Reprodução/ HBO
Reprodução/ HBO

Publicado em 15/08/2023, às 08h08 por Sophia Dolores, filha de Lucineia e Nilo Júnior


O ex-jogador de futebol americano Michael Oher ganhou fama no mundo inteiro quando sua história de vida foi contada no filme “The Blind Side – Um Sonho Possível”, lançado em 2009 e que rendeu um Oscar à atriz Sandra Bullock.

Michael Oher teve sua história contada no filme “Um sonho possível”, estrelado por Sandra Bullock (Foto: Reprodução/ HBO)

A inspiradora história do garoto pobre que foi adotado por uma família rica e chegou ao ápice do esporte graças ao seu apoio, porém, pode ter sido baseado numa mentira. É o que alega o próprio Oher num processo aberto contra sua suposta família adotiva, os Tuohy, nesta segunda-feira, 14 de agosto, em Tennessee, EUA.

De acordo com o processo, Michael Oher jamais foi adotado por Leigh Anne Tuohy e Sean Tuohy, que o aceitaram em sua casa quando ele ainda estava no ensino médio. O casal teria convencido o atleta em 2004, três meses após ele completar 18 anos de idade, a assinar um acordo que os tornava seus “conservadores”, o que lhes dava autoridade legal para fazer acordos comerciais em seu nome.

Casal apresentado como pais adotivos do jogador em “Um sonho possível”, nunca o adotaram oficialmente (Foto: Reprodução/ Yahoo)

Segundo Oher, os Tuohy teriam lhe dito que conservadores eram praticamente a mesma coisa que pais adotivos, mas que, por ele ser maior de idade, as leis ditavam que não poderiam adotar. Em fevereiro deste ano, contudo, o ex-jogador descobriu que o acordo não lhe dava nenhuma relação de parentesco com a família, e que ele entregou autoridade sobre seus assuntos financeiros apesar de não ter nenhuma deficiência física ou psicológica.

O processo acusa Leigh Anne e Sean Tuohy, além de seus dois filhos, de lucrarem em cima da história de Oher sem dividir nada com ele. O filme “Um Sonho Possível” rendeu cerca de US$ 300 milhões na bilheteria e mais dezenas de milhões de dólares em vendas de vídeos caseiros. Segundo a ação, cada um dos Tuohy recebeu US$ 225 mil de royalties, além de 2,5% dos lucros do filme, e Oher teria assinado um contrato em 2007 no qual entrega os direitos de sua história sem nenhum pagamento por isso. O atleta afirma que não se lembra de ter assinado esse contrato e que jamais recebeu nenhum dinheiro pelo filme.

No filme, o garoto negro e pobre é adotado por uma família branca e rica, que o ajuda a se tornar um atleta de elite (Foto: Reprodução/ HBO)

A petição de Oher pede que seja encerrado a posição de conservadores de Leigh Anne e Sean Tuohy, e que impeça o casal de usar seu nome e imagem. Além disso, pede uma contabilidade completa do dinheiro que a família recebeu usando o nome do atleta, e que o casal pague sua parte dos lucros, além de danos compensatórios não especificados.

A família Tuohy ainda não se manifestou oficialmente sobre o processo. Seu advogado, Steve Farese, também recusou comentário e disse que deve emitir uma resposta oficial por vias legais nas próximas semanas.

Ele afirmou que foi enganado pouco depois de fazer 18 anos para assinar um documento (Foto: Reprodução/ Yahoo)

Michael Oher, com 37 anos, chegou à NFL em 2009 e jogou na liga por oito temporadas, passando por Baltimore Ravens, Tennessee Titans e Carolina Panthers. Ele ajudou os Ravens a conquistarem o Super Bowl em 2012-2013 e também foi à decisão do campeonato em 2015-2016 com os Panthers.


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Neymar Jr. aparece provocando Bruna Biancardi em Dia dos Namorados: "Não aceitam perder"

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Karina Bacchi devolve casa alugada em meio a mudança com o filho para fora do Brasil

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Mini Lamborghini dada por Neymar à Mavie custa 5,2 mil reais

Ana Hickmann e Edu Guedes - Reprodução: Instagram

Família

'Cinco quartos, garagem e escritório': Edu Guedes dá detalhes de mansão com Ana Hickmann

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Zilu Godoi decide mudar de nome e explica motivo

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer