Família

Constipação: dicas práticas para fazer o intestino do seu bebê funcionar

Getty Images
Getty Images
Parents

Publicado em 04/07/2019, às 13h41 - Atualizado em 09/10/2020, às 16h57 por Redação Pais&Filhos


Como todos os pais, você se surpreende com o quanto pensa, fala e se preocupa com o cocô do seu filho. Quando um bebê está fazendo cocôregularmente, geralmente significa que todos os seus caninhos estão funcionando bem e que ele está comendo o suficiente e descartando o resto. Portanto, é compreensível que a ausência, ou a mudançana consistência, no cocô possa forçar os pais a sair da rotina. É porque a comida é em grande parte a culpa quando se trata de prisão de ventre, vamos dar uma olhada na sua dieta e na do seu bebê.

(Foto: Getty Images)

Os meses de líquido

Para começar, o intestino preso em recém-nascidos é bastante incomum. Bebês estão em uma dieta líquida, então o alimento é mais fácil de ser absorvido e digerido, diz Jennifer Shu, pediatra do Hospital de Atlanta. Em média, bebês de 0 a 4 meses fazem cocô de 3 a 4 vezes ao dia. Mas,  de vez em quando é importante observar para ver se está tudo em ordem. Se o cocô do bebê é difícil de sair, isso é um sinal de que ele ficará lá por mais tempo do que o esperado, diz Shu.

Bebês amamentados não tem uma regra quando se trata da programação do cocô, tornando ainda mais  difícil pensar que o intestino preso é o culpado. Algumas criançasfazem cocô logo depois de mamar, outras podem demorar dias antes de fazer as necessidades. Os longos períodos entre um cocô e outro podem ser atribuídos à facilidade com que os bebês digerem o leite materno. A capacidade do intestino de um bebê de absorver o leite é surpreendente, diz Jane Morton, professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford. Mas se você suspeitar que o seu bebê está presinho, dê uma olhada na dieta.

Prisão de ventre em bebês amamentados pode ser um sintoma de alergiaà proteína do leite, diz  Diana Lerner, instrutura de pediatria no Hospital da Criança de Winsconsin. “Então, ás vezes, eu sugiro que uma mãe que está amamentando tire os laticínios da dieta e considere substituir por produtos de soja. E no outro extremo do espectro, o que você também come também pode ajudar a aliviar o seu bebê. Se ele estiver com prisão de ventre a Dra. Shu recomenda que a mãe coma algumas ameixas para ver se ajuda.

Bebês que foram alimentados somente com fórmulastêm muito mais chance de terem problemas de intestino, diz o Dr. Morton. Alguns dos ingredientes da fórmula podem se mais difícil para o sistema digestivo de um bebê e pode resultar em um cocô um pouco mais firme. A dificuldade de fazer cocô também pode ser causada por uma intolerância á proteína do leite. uma vez diagnosticada, o pediatra pode trocar a fórmula do seu bebê por uma que não seja à base de leite, mas os pais devem consultar o pediatra antes de fazer essa troca. Dr. Shu, alerta que os pais podem ficar tentados em trocar a fórmula para uma com baico teor de ferro, mas os bebês precisam desse nutriente. Embora os alimentos ricos em ferro possam causar constipação, a quantidade encontrada nas fórmulas não é culpada pela dificuldade do bebê.

Alimentos Sólidos

Uma vez que os alimentos sólidos são introduzidos na dieta do seu bebê, o cocô vai mudar. Alimentosmais duros geralmente significam cocô mais firmes, diz Shu. Além disso, os intestinos estão mais maduros agora. Eles podem compactar as coisas e segurá-las por mais tempo. E como o corpoestá demorando mais para processar a comida, é provável que você veja uma fralda a menos por dia.

A comidapode ser amiga e inimiga. Primeiro, os alimentos que poderiam dificultar a coceira: Maça, bananas e especialmente cereais, podem causar prisão de ventre no seu bebê. Fique de olho nos produtos lácteos que são os primeiros alimentos mais populares para bebês, como queijo e iogurte. Alimentos com baixo teor de fibraspodem prejudicar o intestino dos bebê, como arroz branco, pão branco e macarrão. Embora possa ser tentador eliminar totalmente os alimentos causadores de constipação, o Dr. Shu recomenda dar ao seu bebê esses alimentos com moderação – ou seja, não mais do que algumas vezes por dia – e diminuir as quantidades.

Quando os cocô do bebê se tornam mais irregulares ou mais difíceis. Lembre-se: A fibra é sua melhor amiga. Qualquer coisa que contenha farelo, contém alto teor de fibras, deve ajudar a soltar as fezes do seu bebê. Pense em cereais ricos em fibras, massas de trigo integral e arroz integral. Em seguida, estão os frutos, principalmente peras, pêssegos e ameixas. Sucos dessas frutas  também ajudam a fazer o truque acontecer. Dr. Shu frequentemente recomenda suco de pera; funciona muito bem e as crianças realmente gostam. Alguns vegetais também podem ajudar: experimente brócolis, feijão e couve de Bruxelas. E não esqueça a água; às vezes o sistema só precisa de um bom fluxo para voltar a funcionar.


Leia também

Anna Jatobá retira sobrenome do ex-marido depois do fim do relacionamento - (Foto: Divulgação)

Família

Anna Jatobá e filhos excluem sobrenome de Alexandre Nardoni após separação

Jogador do Corinthians - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians vem à tona 2 meses depois

Ricardo está sendo procurado - (Foto: Reprodução/PCDF)

Família

Professor estupra criança por 4 anos e foge ao ser descoberto pela mãe do menino

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

O corpo começa a dar sinais de que vem bebê aí bem antes da menstruação atrasar - Getty Images

Gravidez

Sintomas de gravidez: nos primeiros dias, que ninguém sabe, de menino e menina e muito mais

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"