Família

9 maneiras divertidas de ensinar as crianças sobre a preservação dos oceanos

Como falar sobre a conservação dos oceanos com as criança? - Unsplash
Unsplash
Parents

Publicado em 04/01/2021, às 07h52 - Atualizado em 31/03/2021, às 14h38 por Maria Laura Saraiva, Filha de Laise e Carlos


Ocupando mais de 70% da superfície da Terra, os oceanos têm recebido ameaças à sua sobrevivência com o aumento da poluição, pesca predatória e mudanças climáticas. Apesar das proporções literalmente gigantes, o ecossistema passa por uma situação delicada: um terço dos mamíferos marítimos e quase um terço dos corais estão em perigo de extinção. Além disso, mais da metade de toda a vida marinha pode desaparecer até 2100.

Esses são fatos preocupantes, já que os mares e oceanos são parte integrante da ecologia da Terra como um todo. Ou seja: quando mudanças ambientais significativas prejudicam a saúde desse ecossistema, isso tem um efeito indireto em outros aspectos do nosso planeta. Um estudo da NASA de 2019, por exemplo, mostrou como o aumento da temperatura das águas salgadas está ligado a eventos climáticos extremos, assim como desastres.

Uma maneira de agir perante tudo isso é mostrar aos nossos filhos a importância da conservação dos oceanos. As crianças são naturalmente curiosase abertas para novidades, além de quase sempre terem um interesse sincero pela natureza e pelos animais. Você pode aproveitar essas características para educar e envolver seus filhos no assunto.

1 – Leia livros sobre o mar com as crianças

Ler livros com os filhos é sempre uma boa ideia para o desenvolvimento intelectual, mas também pode ajudá-las a ganhar mais empatia pela vida marinha. Existem muitas histórias para despertar o interesse dos pequenos pela natureza. Você pode encontrar livros que explicam a poluição, os ciclos da água ou a cadeia alimentar do oceano com histórias e ilustrações coloridas que os mantêm interessados.

Você pode pensar que crianças pequenas não se interessam tanto por livros teóricos, mas a história de como um peixe góbio e um camarão compartilham um buraco e vivem e trabalham juntos, por exemplo, pode ser tão divertida quanto um livro de histórias.

2 – Assistir documentários sobre o oceano

Documentários sobre o oceano não são apenas cheios de informações úteis, mas também costumam ser bonitos de assistir, para crianças e adultos. Você pode desfrutar da combinação de imagens relaxantes com novos conhecimentos sobre seus animais favoritos. Um excelente ponto de partida é a série Blue Planet da BBC com muita ação e curiosidades para manter as crianças atentas.

3 – Use brinquedos de animais

As crianças tendem a formar um vínculo emocional com seus brinquedos de pelúcia favoritos, então por que não aproveitar a oportunidade para fazê-los se interessar pelos animais marinhos? Um brinquedo de baleia, tubarão ou peixe pode ser exatamente o que você precisa para despertar o interesse neles desde muito jovem.

4 – Visite aquários

Alguns aquários desempenham um importante trabalho na conservação de espécies ameaçadas de extinção. Eles também dão vida a todas as criaturas marinhas dos livros e filmes favoritos do seu filho! Verifique os aquários em sua região ou organize uma viagempara algum lugar próximo. Mas atenção: evite aquários que mantenham grandes espécies em pequenos recintos ou que ofereçam experiências interativas com animais, como shows de golfinhos. Essas práticas não costumam ser bem vistas por quem se importa com o bem-estar animal.

5 – Mergulhe no oceano

Se você mora perto do oceano ou tem a chance de viajar, existem poucas coisas tão mágicas quanto ver o mundo subaquático em pessoa. As crianças podem começar a aprender a fazer snorkel assim que souberem nadar. O mergulho no oceano também é uma opção emocionante.

6 – Adote um animal de estimação

Muitas organizações oferecem para a população a chance de apoiar o trabalho de conservação dos mares de maneira divertida e envolvente. Que tal adotar uma tartaruga marinha em nome de seu filho para ensiná-los a cuidar de uma espécie em extinção?

Por uma pequena doação mensal, você geralmente obterá um certificado de adoção e atualizações regulares sobre seu animal adotado. Muitas vezes, o pacote também inclui informações que você pode consultar com seu filho para ensiná-lo mais sobre a espécie.

7 – Ensine as crianças a reduzir o plástico

A poluição por plástico nos mares contribui para o desequilíbrio natural do ambiente e a morte de várias espécies. Tente reduzir e reciclar plásticos descartáveis ​​em casa e sempre pegar sacolas de compras reutilizáveis. Diga a seus filhos por que é importante fazer isso. Além disso, você também pode transformá-lo em um jogo e dar pontos a eles sempre que o ajudarem a reciclar.

8 – Cozinhe alimentos com fontes sustentáveis

A pesca é a maior causa da perda de biodiversidade nos oceanos. Se você deseja reduzir o impacto da sua família nos mares, comece a consumir ingredientes de origem sustentável. Se as crianças gostam de comer peixe, considere limitar a frequência e mudar para uma espécie que não esteja sob ameaça de extinção. Você pode descobrir quais peixes estão na “lista vermelha” visitando um site como o Greenpeace.

Envolva seus filhos na culinária com receitas divertidas, saborosas e ecologicamente corretas. As crianças aprendem seguindo seu exemplo, portanto, acostumá-las a uma alimentação sustentável pode ter um grande impacto mais tarde.

9 – Envolva as crianças no assunto

Você pode envolver crianças mais velhas em organizações que trabalham para reduzir os efeitos da perda de biodiversidade dos oceanos e das mudanças climáticas. Torne-se um membro, doe ou seja voluntário de eventos organizados por grupos desse nicho. Organizações grandes como o Greenpeace e a Oceana são boas opções, mas também fique atento para as instituições de caridade locais se você mora perto da costa.

Existem maneiras divertidas e fáceis de ensinar seus filhos sobre a conservação do oceano, reciclagem e um estilo de vida sustentável em geral. Quanto mais as crianças aprendem sobre isso, mais conscientes elas serão quando adolescentes e adultos. As dicas são de Torben Lonne, pai, mergulhador e amante do oceano. Ele dirige a Divein.com, uma revista online sobre mergulho e meio ambiente.


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Viih Tube e Eliezer - (Foto: Reprodução/Instagram)

Bebês

Nome do segundo filho de Viih Tube e Eliezer tem origem no sânscrito e significado especial

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha