Especiais / Seminário

7 dicas sobre adoção para pais e mães que vão entrar no processo

Shutterstock
Shutterstock
Parents

Publicado em 25/05/2016, às 13h48 - Atualizado às 14h46 por Redação Pais&Filhos


(Foto: Shutterstock)
(Foto: Shutterstock)

Adoção é um ato de amor. Se você está pensando em adotar uma criança, saiba que é necessário se informar sobre  o que você precisa saber para te ajudar neste momento.

1. Aprenda tudo o que puder

Leia livros e revistas. Visite sites. Converse com outros pais. Encontre-se com pais adotivos e seus filhos. Entre para grupos que dão suporte aos pais que já adotaram.

Leia também

Vem aí o Seminário Internacional Mãe Também é Gente

Conheça os palestrantes do Seminário Mãe Também é Gente

Inscreva-se para o Seminário Internacional Mãe Também é Gente

2. Encontre profissionais especializados na área

Agências, advogados e outros especialistas em adoção serão valiosos. Vá a encontros informais proporcionados por agências públicas ou privadas. Peça por folhetos e panfletos informativos. Converse com assistentes sociais, advogados e agências especializadas. Informe-se com quem mais entende do assunto!

3. Faça uma consulta com você mesmo

Considere se você está aberto a adotar gêmeos ou grupos de irmãos ou se você está preparado para cuidar de uma criança com necessidades especiais. Você precisará definir tudo isso quando for solicitar a adoção e lembre-se: quanto mais especificações você fizer, maior o tempo de espera.

4. Pesquise as leis

Se você procura uma adoção doméstica (no país onde vive) procure por leis federais. Caso queira uma adoção internacional, investigue os requerimentos dos países que você tem como foco e também as regulamentações brasileiras.

Entenda a importância da amizade entre mães de primeira viagem

A maternidade vai te transformar e seu companheiro precisa saber disso!

Adoção passo a passo

5. Prepare-se

Organize todos os documentos seus e do seu parceiro, não deixe para fazer isso em cima da hora, pois muitos papeis serão solicitados antes e durante o processo. Prepare-se para um entrevista com uma assistente social.

6. Pense nos detalhes

Explore o histórico médico da criança e o passado social e emocional dela. Você vai precisar conhecer o seu filho, então consulte um pediatra e um psicólogo para que ele possam oferecer suporte sobre o desenvolvimento da criança.

7. Use serviços de pós-adoção

Quando a adoção for concluída, entre para um grupo de suporte familiar para pais adotivos. Caso a adoção seja internacional ou inter-racial, procure grupos para ajudar com a cultura de onde ela nasceu. Caso a criança tenha necessidades especiais, procure ajuda médica e serviços de aconselhamento.


Palavras-chave
Adoção

Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Pai de Davi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Pai de Davi não concorda com posição do filho e decide ir morar com Mani

Imagem Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Família

Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Copo Stanley - Divulgação

Super desconto

App Day Amazon: os famosos copos térmicos da Stanley com até 55% de desconto

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto do filhos - Reprodução/ Instagram

Família

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto dos filhos em fotos nas redes sociais

Taiza Krueder, do Clara Resort, fala sobre carreira e maternidade - (Foto: Arquivo Pessoal)

Família

Taiza Krueder, CEO do Clara Resort, fala sobre inspiração da família no trabalho: "Criei 3 filhos aqui dentro"

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Virginia Fonseca toma atitude após Maria Alice empurrar Maria Flor: “Dói mais na gente”