Especiais

O poder da amamentação

“O leite materno possui nutrientes que protegem o organismo contra alergias.” - Shutterstock
Shutterstock

Publicado em 01/10/2014, às 11h25 - Atualizado em 01/07/2016, às 16h21 por Redação Pais&Filhos


Envolver o bebê nos braços, olhar nos olhos dele e amamentá-lo é um dos momentos mais representativos da maternidade. Não é à toa. Entre muitos benefícios, a amamentação contribui para o desenvolvimento da criança, faz bem para a saúde da mulher e cria um vínculo de amor entre mãe e filho. Quer coisa melhor?

Durante a gestação a transferência de nutrientes é feita por meio da placenta. Quando a criança nasce, essa alimentação começa a ser feita pelo leite materno. “O leite possui grande quantidade de anticorpos e proteínas que fortalecem o sistema imunológico e previnem o organismo de alergias”, diz a coordenadora técnica da neonatologia do Hospital Estadual Sumaré, Dulce Maria Toledo Zanardi. Isso porque boa parte das alergias ocorre pelo contato precoce com os alimentos.

Como o leite materno tem 80% de água em sua composição, é uma boa fonte de hidratação para o bebê. Além de ser facilmente absorvida pelo organismo, diminuindo assim a possibilidade de cólicas intestinais. O Ômega 3 também é um dos principais componentes do leite materno, e contribui para a formação do sistema nervoso central e desenvolvimento corporal. Vale lembrar que tudo que a mãe ingere é passado para o bebê pela amamentação, por isso, é importante manter uma dieta equilibrada e evitar o consumo de álcool e cigarro durante esse período.

Leia também

Quando você realmente não pode amamentar

7 coisas que você não sabia sobre amamentação

Veja os 10 problemas mais comuns na hora de amamentar

Periodicidade da mamada
Uma das principais dúvidas que as mulheres têm é em relação à livre demanda, ou seja, amamentar todas as vezes que o bebê pedir. Para Dulce, é preciso considerar a disponibilidade da mãe e a necessidade do filho. “Se a mulher conseguir amamentar sempre que o bebê pedir, não tem problema. O importante é não deixar a criança com fome nem acordá-la para mamar”, esclarece.

E quando falta leite?
Algumas mulheres não conseguem amamentar seus filhos. Isso pode gerar muita culpa. Mas não é por aí. A amamentação é importante, no entanto, ela é uma etapa no desenvolvimento da criança. Existem outras formas de mãe e filho construírem um relacionamento.

Uma possível solução nutricional para quem não consegue amamentar é recorrer aos bancos de leite. Há vários no Brasil, e eles são regulados pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária — Anvisa. Além de disponibilizar leite doado por outras mulheres, os bancos também oferecem orientação.


Palavras-chave

Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Menino de 1 ano m0rre após caso de descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar