Criança

Seu filho tem fome oculta? Entenda o que é e como evitar

Uma alimentação variada é a chave para comer com qualidade

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

untitled-design-16

(Foto: Shutterstock)

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Fome Oculta é caracterizada como a necessidade não explícita de um ou mais micronutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. A OMS aponta que cerca de dois bilhões de pessoas no mundo carecem de um ou mais nutrientes.

“Nem sempre a ‘fome oculta’ terá algum sintoma,  bem diferente da desnutrição”, explica Luciana da Costa, nutricionista do Hospital e Maternidade Santa Joana, mãe de Rafael. Segundo Luciana, as causas podem ser uma deficiência na alimentação ou porque o corpo da criança não absorve os nutrientes da maneira correta. Por isso é importante ter sempre o acompanhamento de um especialista.

Essa falta de vitaminas e minerais pode contribuir para alterações de metabolismo e desenvolver uma predisposição à doenças como diabetes, hipertensão e colesterol alto. “É frequente vermos nas crianças a falta de Vitamina D, principalmente no primeiro ano de vida, Vitamina A e Ferro”, exemplifica Luciana. Veja quais são as principais fontes de cada um desses nutrientes:

Anúncio

FECHAR

Vitamina D

Quem manda é a luz solar. “Nós moramos num país tropical, porém a maioria dos brasileiros não toma sol todos os dias”, diz Luciana. A exposição à luz do sol deve ser frequente, todos os dias as crianças precisam desse nutriente, mas não se esqueça dos horários recomendados: antes das 10h e depois das 16h.

Vitamina A

Vegetais alaranjados são a principal fonte de vitamina A. Cenoura, mamão, abóbora, laranja, mas vegetais escuros também contêm o nutriente como couve, agrião e espinafre.

Ferro

As carnes de modo geral fornecem ferro para o nosso organismo. “E o feijão, porque nós, brasileiros, consumimos muito o grão”, comenta a nutricionista.

Procure oferecer uma alimentação colorida, lembre-se que a criança está formando o seu paladar. “Às vezes seu filho gosta muito de cenoura e você foca neste alimento e esquece dos outros. Uma dieta variada é a chave para comer com qualidade”, completa Luciana.

 

Leia também:

Pensando na segunda-feira? Estudo mostra que cuidar dos filhos cansa mais do que trabalhar

Seu filho não quer comer? Calma, essa fase vai passar!

Como não pensamos nisso antes? Um novo jeito de carregar o bebê conforto

Pais&Filhos TV