Criança

3 hábitos da infância que influenciam na vida adulta

Pequenos cuidados hoje refletem de forma positiva o futuro do seu filho

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

untitled-design-18

(Foto: Shutterstock)

O Dia da Infância é comemorado hoje, 24 de agosto. A data entrou para o calendário brasileiro para incentivar a reflexão sobre a importância dessa fase e seus reflexos no futuro. Tudo que nós fizemos ou deixamos de fazer na nossa infância refletiu (e ainda reflete) na vida adulta e o mesmo irá acontecer com seu filho.

José Pelino, diretor de Engajamento Científico da Johnson & Johnson Consumo América Latina, selecionou três atitudes que, quando ensinadas de forma divertida para a criança, impactam de forma positiva sua saúde, principalmente quando ela for adulta.

1. Pele protegida contra o sol

Anúncio

FECHAR

Durante a infância o que as crianças gostam mesmo é de brincar. E você melhor do que ninguém pode responder: essas atividades são boa parte ao ar livre, não é? Por isso, segundo José, seu filho fica três vezes mais exposto ao sol do que você. “É extremamente necessário adotar o hábito de passar protetor solar diariamente e reforçar que o uso não deve ser apenas nos momentos de lazer”, aconselha o especialista. 50% da radiação que recebemos durante a vida ocorre nos primeiros 18 anos de idade. Faz toda a diferença começar esse ensinamento desde cedo.

2. Higiene bucal

São três passos da higiene oral: escovação, fio-dental e bochecos com antisséptico bucal. O trio alcança 100% da boca, o quanto antes seu filho aprender, mais é provável que esses hábitos sejam mantidos no futuro. “Incentive a criança a escovar os dentes por dois minutos, pelo menos duas vezes ao dia após as refeições, usando pasta de dente com flúor. Passe o fio-dental pelo menos uma vez por dia, após a escovação e ensine o bocheco com antisséptico duas vezes, de manhã e à noite antes de dormir”, explica José.

3. Alívio das dores e febre na infância

Muitas vezes, por causa da rotina, você procura a solução mais rápida para aliviar a dor e febre do seu filho. Mas o uso correto dos medicamentos, sempre acompanhado de orientação médica, é um exemplo importante para dar a criança. “Com certeza ela irá repetir os seus passos quando adulto”, comenta o especialista.

Leia também:

Tire suas dúvidas! 6 perguntas e respostas sobre os dentes das crianças

Você sabe a importância do Teste da Orelhinha?

Vídeo fofo do dia: bebê dançando música eletrônica

Pais&Filhos TV