Colunas / Recriar pelo Brincar

Como trazer o lado bom das férias para a sua rotina?

Inclua momentos de prazer e alegria na rotina em família - Shutterstock
Shutterstock

Publicado em 11/01/2023, às 08h19 por Patricia Camargo e Patrícia Marinho


“É batata”: sempre que chegam as férias escolares, recebemos no Tempojunto um aumento da procura por brincadeiras e atividades para serem feitas com os filhos. Natural, né? As crianças em casa por 15, 30, 60 dias, procurando coisas diferentes e brincantes para fazer, querendo aproveitar o mar de descobertas que este período sem aulas oferece. E a gente na lida do dia a dia.

Saiba o significado do Sol na Astrologia Sistêmica
Inclua momentos de prazer e alegria na rotina em família (Foto: Shutterstock)

E mesmo se tivéssemos esse mesmo tantão de férias, seria inviável para nossa sanidade estar 24 horas por dia com as crianças. Tem jeitos práticos de equilibrar melhor essa balança. Podemos falar sobre isso no próximo período de férias escolares (julho está aí. Escreve para a gente aqui na Pais & Filhos, que programamos dicas bem valiosas).

Mas o assunto aqui é outro. Que tal aproveitar o que tem de bom nas férias escolares e usar durante o ano todo? Sem você perceber, a relação com as crianças vai melhorar e 2023 pode ser diferente.

Vou fazer uma lista para facilitar a sua organização. Com um pouco de planejamento e persistência nas primeiras semanas, logo a rotina na volta às aulas ficará mais feliz para todo mundo. Outro aviso importante. Nada de querer fazer a lista toda nesse ano, que ninguém aguenta tanta mudança junta. Escolha duas. As que são mais naturais para sua família. No ano que vem, você volta aqui (copia e cola o link desta coluna no seu calendário de 2024) e escolhe mais duas, ok?

1. Brincar ao ar livre

Acaba sendo natural que nas férias as crianças consigam brincar algum tempo ao ar livre. Seja porque teve uma viagem para a praia ou para uma cidade com mais segurança na rua; seja porque vamos a um parque ou tem um quintal na casa da avó, da tia, de um parente.

Mantenha esse hábito. Quando? 40 minutos no final de semana já é um começo. Onde? Na área livre do prédio. Ou num parque da sua cidade. Ou, se você tem sorte, na praça bem cuidada que fica perto da sua casa ou na praia. Os pequenos nem precisam de um espaço imenso para brincar, mas, sim, de uma área em que possam explorar e imaginar.

2. A hora do dragão

Tem um filme sobre dragões que diz que há uma hora no fim da tarde, início da noite, o crepúsculo, em que os dragões enxergam bem pouco. Essa hora também é aquela que a febre de quem está doente geralmente aumenta, nossa resistência fica mais baixa. Nas férias, esta hora geralmente é aquela de se jogar no sofá, de tomar aquele banhão para continuar brincando depois, ou de tomar aquele café da tarde de vó. Ou seja, é a hora de um mimo, de um aconchego.

Em geral, na volta à rotina, esta hora casa bem com a chegada de todos em casa, com um monte de cobranças, correria, gente mandando para todo lado, não é? Então. Isso não combina com o estado de humor do nosso corpo. O resultado é o estresse, a gritaria e a chateação.

Sei que tudo tem hora para acontecer no final da tarde até a hora de dormir, mas coloque na agenda: esse momento precisa de bom humor e paciência, mais do que todos os outros. Se for possível, comece este crepúsculo com 15 minutos de música energética e chama as crianças para mexer o esqueleto. Ou, use os mesmos 15 minutos para um alongamento e atividade de respiração. Vai da vibe de vocês.

Se não der, no mínimo coloca uma trilha sonora que traga bom humor para todos e afaste-se das redes sociais, do noticiário ou dos games. Por 30 minutos. Não deixa o dragão acordar!

3. Uma coisa diferentinha na semana

Férias só tem gosto de férias se fazemos alguma coisa diferente do dia a dia, certo? Bom, traga isso para o dia a dia e sempre teremos um gostinho de férias em casa com os filhos. Quer exemplos? Um acampamento na sala para toda a família dormir junta. Um café da manhã com sorvete no lugar do leite. Um banho com extra-espuma e bolhas de sabão. Um campeonato de games em família.

4. Uma coisa diferentona no mês

Claro que é complicado viajar todos os meses. E haja dinheiro para isso. Mas ter algo inusitado previsto no calendário, além de trazer lembranças memoráveis, vai dar às crianças alguma coisa para desejar, para sonhar.

Vocês podem (e devem!) decidir juntos estes especiais do mês. Pode ser trazer os amigos das crianças para brincar na sua casa. Ou um jantar num lugar especial, feito para crianças. Pode ser passar o dia num parque de diversões. Ou comprar doce de batata doce na venda da esquina, ou até todo mundo dormir na cama dos adultos.

5. Ler antes de dormir

Este é um hábito que foi fácil para mim, ficou difícil e agora estou retomando. Quando meus três filhos eram pequenos, uma vez por semana, eu lia uma história com eles antes de dormir. Durava 30 minutos, 40 se eram duas histórias. Depois, eles cresceram e começamos a ler juntos. Mas a empreitada passou a durar uma hora e o horário de dormir se perdeu. Então parei de ler com eles. Puxa! Fez uma diferença para pior no humor dos meus filhos à noite.

Numa destas férias, fomos para um lugar com pouca internet e voltamos a ter tempo de ler juntos. Nem te digo como, num passe de mágica, eles retomaram o gosto por ler e o humor noturno melhorou. Entendi que vale mais ler ou conversar sobre o dia do que dormir mais cedo. São escolhas. Que o pediatra deles me perdoe, mas ler é fundamental! A ponto de, quando é hora de desligar os games e as telas, eles reclamam, claro, mas logo “apelam” para os gibis, os mangás e os livros. E reina paz.

Aff! Cinco dicas, e esta coluna já está enorme! Então, vamos combinar que mês que vem, escrevo mais cinco para você escolher ainda a tempo de planejar sua rotina com seus filhos durante o ano. Só para dar spoiler, estas são as outras dicas que eu pensei:

  • Uma brincadeira diferente ou o clubinho (seu filho vai te achar a pessoa mais legal do mundo!).
  • O contato brincante durante o dia (mesmo no seu trabalho, você vai brincar à distância. E seu filho vai ter a certeza de que você se importa com ele).
  • Observar seu filho (um hábito que muda sua visão sobre ele).
  • Jogos de minutinho para os intervalos (vai aliviar aquela cobrança interminável dos seus filhos quando você precisa se concentrar para trabalhar).
  • O hobbie compartilhado (por que só nas férias seus filhos podem curtir algo que você gosta?).

Confira tudo o que rolou no 14º Seminário Internacional Pais&Filhos!


Leia também

Amanda Kimberlly participou de reality show e namorou cantor famoso - (Foto: reprodução/X)

Família

Antes e depois de mãe da 3ª filha de Neymar surpreende: "Mudou o DNA"

Rafaella Santos afirma que não parou de seguir Bruna Biancardi nas redes sociais - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Irmã de Neymar se defende após ser acusada de deixar de seguir Bruna Biancardi no Instagram

Rafaella Santos deixa se seguir Bruna Biancardi - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Irmã de Neymar dá unfollow em Bruna Biancardi após compartilhar foto de filha de Amanda Kimberlly

Reprodução: Instagram

Família

Amanda Kimberlly se declara em primeira foto da filha no feed do Instagram

(Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Luan Santana e Jade Magalhães anunciam gravidez do primeiro filho

Ticiane Pinheiro apareceu de surpresa em Miami para prestigiar a filha - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Rafa Justus ganha surpresa de Ticiane Pinheiro em aniversário de 15 anos nos EUA

Neymar anuncia paternidade de Helena e Bruna Biancardi passa dia com amigas - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Bruna Biancardi aproveita "spa" no dia em que Neymar confirma paternidade da filha de Amanda Kimberlly

Bruna Biancardi e Georgina Rodriguez - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Mulher de Cristiano Ronaldo manda recado para Bruna Biancardi e Mavie