Colunas / Mãe em looping

Adaptar, verbo regular. Na maternidade também

mão esticando uma mola  - A maternidade é um eterno aprendizado e está tudo bem não dar certo de primeira (Fonte: Getty Images)
A maternidade é um eterno aprendizado e está tudo bem não dar certo de primeira (Fonte: Getty Images)

Publicado em 04/11/2022, às 11h10 por Geovanna Tominaga


Essa semana eu ouvi do meu filho uma frase que nunca imaginei que ouviria do meu filho aos 3 anos de idade. “Mamãe vai embora!”. Eu estava me despedindo do Gabriel na porta da creche, e ouvir aquilo me deixou confusa. Não sabia o que sentir. Pra quem passou por uma adaptação escolar difícil, “poder ir” deveria ser somente motivo pra comemorar. Eu passei um mês e meio sentada dentro da salinha dele até poder me ausentar. Gabi demorou pra se sentir seguro dentro de um ambiente desconhecido, com pessoas desconhecidas. Criar vínculo com outros adultos além de mim e do Edu, para um bebê de pandemia, não deve ter sido tarefa fácil.

mão esticando uma mola
A maternidade é um eterno aprendizado e está tudo bem não dar certo de primeira (Fonte: Getty Images)

Nas primeira conversas com as coordenadoras da escola e com outras mães de alunos, sempre ouvi que demoraria uma semana… No máximo duas!”, era o que diziam. Imaginem a minha aflição toda vez que eu dava um passo para trás da porta e recebia um olharzinho de medo do meu filho. O choro era constante. Gabriel até engasgava de tanto soluçar. Ele ficava bem enquanto eu estava ao alcance de seus olhinhos curiosos que ansiava por explorar a salinha e os brinquedos do berçário, mas ao mesmo tempo, não conseguia sentir-se bem sem mim como referência.

A criação de vínculo é extremamente importante nesse processo da adaptação escolar. Nós estávamos vivendo um momento único pós-lockdown que acredito que nem os profissionais mais experientes sabiam como lidar. Era tudo novo pra todo mundo! Mas o mais importante foi o acolhimento que recebemos da escola. Esse novo cenário exige um olhar mais cuidados para desenvolvimento e a aprendizagem, principalmente para as crianças pequenas, e os pais também. Nesse processo, eu nunca ouvi da instituição um “pode ir pra casa” sem antes estaremos os dois, Gabriel e eu, nos sentindo seguros quanto ao desligamento momentâneo. Os pais precisam passar segurança ao filhos. Quando aqueles olhinhos curiosos por novidade miravam nos meus, eu sabia que ele buscava por aprovação, conforto e segurança. Aquele comunicação silenciosa que estabelecemos com os nossas crias só no olhar… Eu sabia que ele procurava por um “Tá tudo bem”, “Pode ir”.

A separação pode ser um processo angustiante para os dois lados, mas não podemos deixar que os nossos sentimentos de insegurança, ansiedade, e até mesmo culpa, influenciem no processo de adaptação dos pequenos. Por isso, é muito importante escolher bem a escola e conhecer a sua rotina, conhecer os profissionais que irão cuidar do seu filho. Não estou falando de pedir o currículo do profissional, mas de perceber se o professor, ou professora realmente olham e veem a criança e suas necessidades.

Acredito que essas seis semanas que passei dentro da salinha do berçário, andando pelos corredores, conversando com os funcionários e conhecendo as pessoas por trás dos títulos me deixou segura, sabendo que o Gabi estava em mãos carinhosas e eu, e ele, podíamos ficar tranquilos. Não tenha pressa em deixar seu filho nas mãos de outras pessoas. Neste caso, tempo é desenvolvimento! Confesso que fiquei um pouco triste quando ouvi: “Mamãe, essa é a minha escola, não é sua. Então você só pode entrar aqui na porta!”. Mas ouvir dele “Pode ir embora, mamãe” me fez ver como valeu a pena investir algum tempo da minha longa vida só pra ele.

Inscreva-se no 14º Seminário Internacional Pais&Filhos – Toda família é nossa!

Ele já tem data para acontecer e, depois de cinco edições online, este volta a ser presencial no dia 17 de novembro, na Unibes Cultural, em São Paulo. Vai rolar palestras, mesa-redonda, sorteios, ativações e muito mais! Para participar, é só se inscrever aqui! Te esperamos por lá!


Leia também

Gêmeas siamesas falam sobre relacionamento - (Foto: reprodução/TikTok)

Família

Gêmeas siamesas falam sobre relações íntimas após uma assumir namoro

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Virginia se pronuncia sobre atitude polêmica com babá da filha: "Não foi porque não quis"

Gustavo Marsengo prevê data de nascimento do filho - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Gustavo Marsengo revela data para chegada de primeiro filho com Laís Caldas

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Gusttavo Lima - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Gusttavo Lima compra mansão de R$ 65 milhões nos EUA e impressiona com cômodos luxuosos

Davi mora na periferia de Salvador - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Esposa de Davi, do 'BBB 24', mostra casa humilde onde eles vivem na periferia de Salvador

Mulher que amputou pênis do marido está trocando cartas com ele direto da prisão - (Foto: Reprodução/Metropoles)

Família

Mulher que amputou pênis de marido fala sobre casamento com ele: "Se me quiser, eu quero"

Manu Bahtidão desiste de fazer apresentação no aniversário de Lua - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Manu Bahtidão se nega a fazer show em festa de 1 ano de Lua após chegar horas atrasada