Colunas / (Total)mente

De volta à rotina: a criança pode se sentir estressada?

A volta às aulas pode gerar um certo estresse nas crianças - Getty Images
Getty Images

Publicado em 07/02/2023, às 07h53 por Gisela Wever


Quando estou de férias, ainda mais em um lugar ensolarado com uma praia repleta de coqueiros, mar azul, pessoas alegres em nossa volta, desfrutando a companhia da família e amigos e curtindo um verão; parece que todos os problemas e dificuldades se acabaram, estão em modo pausa… Mas aí quando as férias terminam e é hora de voltar pra casa, não raramente chega um sentimento de tristeza, pois a agitação motivadora das férias passa e até aquela famosa frase vem na cabeça: “Tudo que é bom dura pouco…”, não sei se vocês se identificam com essa situação…

Criança consegue fugir com dois irmãos gêmeos no colo enquanto casa da família pega fogo
A volta às aulas pode gerar um certo estresse nas crianças (Foto: Getty Images)

Entrar novamente na rotina e voltar pra cidade grande, no meu caso São Paulo, um mar de prédios, asfalto, barulhos de carro e ônibus, bem diferente da pacata cidadezinha onde fui tirar uns dias de férias. A sensação revigorante continua, o estresse parece ter sumido, e manter o equilíbrio entre mente e corpo é fundamental para uma vida saudável mesmo aqui nessa selva de pedra.

O que muitos não sabem é que além de nós adultos, as crianças também são acometidas pelo estresse. Dificilmente passa pela nossa cabeça que nosso filhos possam se sentir estressados, ainda mais como pais zelosos, cuidamos de cada atividade da sua agenda e proporcionamos sempre o melhor que podemos e com muito amor, contudo, tendemos a nos culparmos caso isso venha a acontecer com o nosso filho, mas na realidade eles não vem com manual de instrução, não é mesmo?

Foi comprovado através de pesquisas que as crianças podem sentir sintomas psicológicos e até físicos quando estão sobre influência de certas situações  externas geradoras de estresse. Durante o desenvolvimento intelectual, emocional e afetivo, a criança se confronta com momentos em que a tensão de sua vida alcança níveis muito altos, onde não há maturidade para suportar o estresse daquele momento. Abaixo relaciono alguns fatores externos geradores de estresse.

  • Mudanças significativas ou constantes;
  • Responsabilidades em excesso;
  • Excesso de atividades (o miniexecutivo”);
  • Brigas ou separação dos pais;
  • Algumas escolas;
  • Morte na família (principalmente de pais ou irmãos);
  • Exigência ou rejeição por parte dos colegas;
  • Disciplina confusa por parte dos pais;
  • Doença e hospitalização e nascimento de irmão.

Lipp e Lucarelli (1998) desenvolveram uma escala para diagnosticar estresse infantil, porém muitas vezes é difícil de ser reconhecido porque as crianças têm dificuldade em saber o que as estão estressando. Além disso, o estresse é uma síndrome que possui sintomas que podem confundir o seu diagnóstico. Abaixo alguns sintomas internos (psicológicos) que a criança pode sentir e vir a desencadear estresse:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Timidez;
  • Desejo de agradar;
  • Medo do fracasso;
  • Preocupação com mudanças físicas;
  • Medo de punição divina;
  • Dúvidas quanto à própria inteligência, à própria beleza, etc.

O estresse infantil pode interferir no desenvolvimento social da criança e também no processo de apendizagem, diminuindo a concentração e causando a baixa autoestima, assim como a dificuldade de interação com o mundo a sua volta. Na escola, a intervenção da professora é muito importante para identificar sintomas e situações de possíveis estresse como isolamento dos colegas ou bullying, sendo a comunicação com os pais imprescindível. O ambiente escolar também deve ser olhado atentamente nesses casos para que a criança se sinta cuidada e protegida, reduzindo o estresse e com a promoção de harmonia e paz dentro e fora da sala de aula.

Quando os sintomas se agravam, é muito importante levá-la a um profissional especializado que faça um diagnóstico correto e oriente os pais e professores quando for necessário. A terapia cognitivo comportamental é indicada nesses casos como também sessões de relaxamento. Férias também são muito bem-vindas, mas com o retorno à cidade e a volta da rotina escolar juntamente com as atividades extra curriculares, é preciso ficarmos atentos.

Referências

  • Crianças estressadas. MEN Lipp, 2004
  • INTERVENÇÃO COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NO ESTRESSE INFANTIL. Da Silva, M V R. Scientia Generali Vol. 2, 2021
  • SILVA, S. Z. da .; BOIAGO , D. L. .; SOUZA, V. de F. M. de .; ANVERSA, A. L. B. Reflections of children’s stress in the teaching and learning process: possibilities of pedagogical intervention. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 11, p. e31101119339, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i11.19339. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19339. Acesso em: 12 jan. 2023.

Diário de bordo: tudo o que rolou na nossa viagem com a MSC Seashore


Leia também

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

(Foto: Silvio Avila/AFP)

Família

Doações para o Rio Grande do Sul: veja onde e como doar às vítimas de forma segura

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção

Tatuagem para filho com desenho de mãe, criança e flores - Pinterest

Família

20 fotos de tatuagem para filhos que vão te inspirar a fazer uma homenagem