Bebês

Amamentação deve ser feita mesmo se a mãe apresenta sintomas de coronavírus?

O leite oferece nutrientes essenciais para o bebê - Getty Images
Getty Images

Publicado em 20/03/2020, às 11h45 - Atualizado em 16/01/2023, às 08h54 por Yulia Serra, Editora | Filha de Suzimar e Leopoldo


O leite oferece nutrientes essenciais para o bebê (Foto: Getty Images)

O mundo está assustado frente a pandemia do novo coronavírus. Com tanta medidas de prevenção sendo colocadas e entre elas, o destaque para o isolamento social, surgem diversas dúvidas sobre o que pode ou não ser feito em termos de proteção da saúde, em relação à mãe e aos bebês. De acordo com as pesquisas, as crianças não fazem parte do grupo de risco da doença, mas aquelas com menos de dois anos podem estar nele por terem o sistema imunológico ainda muito imaturo. 

Diante desse cenário, muitas mães ficam inseguras se podem seguir com a amamentação, caso apresentem algum dos sintomas da infecção pela Covid-19, como febre e tosse seca. A enfermeira obstetra e consultora em amamentação Cinthia Calsinski, mãe de Matheus, Bianca e Carolina, colunista da Pais&Filhos, reforça que, assim como indica a Sociedade Brasileira de Pediatria, é fundamental que a amamentação seja seguida.

“Não existe relato de transmissão do coronavírus pelo leite materno. A mãe infectada deve manter o aleitamento, uma vez que anticorpos inespecíficos e específicos do Covid-19 passam pelo leite melhorando a imunidade do bebê”, orienta. Além disso, o leite também é rico em nutrientes que o bebê precisa nessa idade. O cuidado principal, segundo a especialista, deve ser antes e durante a amamentação, por conta das secreções das vias aéreas. 

Continue amamentando, seguindo as medidas de segurança para não transmitir a doença (Foto: Getty Images)

“É recomendado que a mãe use máscara cirúrgica durante a amamentação e higienize muito bem as mãos com água, sabão e álcool gel antes do contato com o bebê”, sugere. Como as infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum, e são transmitidas pelo contato pessoal com secreções contaminadas, essas medidas devem ser seguidas. Como a doença ainda não tem tratamento ou vacina, é indicado repouso e consumo de bastante água caso perceba os sintomas. 

Nesta quinta-feira (19), o Ministério da Saúde também falou sobre o assunto durante um pronunciamento sobre a pandemia. O órgão reforçou a necessidade de manter o aleitamento, apenas acrescentando o uso de máscaras e evitando tossir em cima do filho. Durante a coletiva, também foi recomendado que mulheres que fazem doações ao banco de leite e apresentem sintomas, devem procurar o banco e verificar quais são as orientações. 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

Leia também

Anna Jatobá retira sobrenome do ex-marido depois do fim do relacionamento - (Foto: Divulgação)

Família

Anna Jatobá e filhos excluem sobrenome de Alexandre Nardoni após separação

Jogador do Corinthians - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians vem à tona 2 meses depois

Pai que matou filha é morto na prisão - (Foto: reprodução/ Polícia Civil de SP)

Família

Pai suspeito de assassinar filha é morto na cadeia

Casal e bebê - (Foto: Reprodução/Freepik)

Bebês

Casal coloca bebê de 3 meses para adoção por estar "ocupados demais com o trabalho"

Maira Cardi muda nome e visual - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Maira Cardi surge irreconhecível e muda de nome ao voltar para redes sociais

Sabrina Sato, Nicolas Prattes e Zoe - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Sabrina Sato é criticada por levar Zoe à viagem com Nicolas Prattes: "A cara dela diz tudo"

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"