Bebês

Calendário de vacinação do bebê: conheça todas as vacinas que seu filho deve tomar

Crianças de 5 anos vão sair da lista prioritária da vacinação contra a gripe este ano

Publicado em 13/05/2019, às 16h51 - Atualizado em 08/02/2021, às 09h51 por Jennifer Detlinger, Editora-chefe | Filha de Lucila e Paulo


Desde que nasce, o bebêvai passar por vários exames e começar a batelada de vacinas– nos primeiros anos serão muitas mesmo! E não pode bobear com a vacinação. Fique de olho no calendário e mantenha a carteirinha em dia.

Exames

✓ Apgar

Com um minuto de vida, o recém-nascido é examinado pela primeira vez. O pediatra na sala de parto observa e anota informações sobre a sua frequência cardíaca, o padrão respiratório e os reflexos, entre outros, e dá uma nota de 0 a 10. Com cinco minutos de vida, tudo isso é medido de novo, chegando-se a uma segunda nota.

✓ Teste do pezinho

Nas primeiras 48 horas de vida, é feito o teste do pezinho, que serve para diagnosticar várias doenças através de gotinhas de sangue do bebê. O teste básico é feito em todas as crianças e é gratuito.

✓ Teste do olhinho

Feito logo após o nascimento, serve para diagnosticarcatarata e condições tumorais. Com uma luz apontada para o olho do bebê, o médico verá o reflexo vermelho. Se esse reflexo tiver alguma alteração, o bebê é encaminhado para um oftalmologista.

✓ Teste do coraçãozinho

Entre 24 e 48 horas de vida, é feita uma oximetria, que mede a saturação do oxigênio no sanguepor uma espécie de pulseira. Se estiver alterada, o médico solicita um ecocardiograma para detectar problemas cardíacos. Todos os bebês passam por essa triagem e o teste é obrigatório no SUS.

✓ Teste da orelhinha

Feito no primeiro mês de vida, é realizado por um fonoaudiólogo. Um fone de ouvido é colocado no bebê e gera estímulos sonoros que mostram como o recém-nascido reage aos sons. Este procedimento é obrigatório no SUS.

✓ Teste da linguinha

Faz parte dos exames realizados na maternidade e serve para ver se a línguado recém-nascido está solta ou presa. Se o médico achar que está presa, pode avaliar a necessidade de um procedimento para soltar. A cirurgia é indicada quando esse problema afetar a amamentação.

Vacinas

Assim que nasce

✓ BCG (Bacilo Calmette-Guerin)

É aquela que deixa uma marquinha no braço que todo mundo tem. Ela previne as formas graves de tuberculose.

✓ Hepatite B

A primeira dose é feita na maternidade. Ela previne a hepatite B por transmissão vertical – da mãe – e por contaminação no futuro.

Aos 2 meses

✓ Pentavalente

Essa vacina, oferecida no SUS, é diferente da que é usada nas clínicas particulares de vacinação. A Pentavalente previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB. Esta é a 1ª dose.

✓ Hexavalente

É essa que é oferecida nas clínicas particulares em substituição à Penta. Ela previne difteria, tétano, coqueluche – DTP acelular -, hepatite B, poliomielite e infecções por HiB. Causa menos reações do que a vacina oferecida na rede pública.

✓ Vacina Inativada Poliomielite (VIP)

Disponível nos postos de saúde, esta é a primeira dose da vacina que previne poliomielite ou paralisia infantil. Se o bebê receber a vacina Hexavalente em uma clínica particular, já estará protegido contra a Poliomielite.

✓ Pneumocócica 10 Valente

Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo. Esta é a 1ª dose. Pode ser substituída pela Pneumocócica 13 Valente, oferecida nas clínicas privadas, mais completa que a Pneumocócica 10 Valente.

✓ Rotavírus

Esta é a primeira dose da vacina, que previne diarreia por rotavírus

Aos 3 meses

✓ Meningocócica C

Primeira dose da vacina que previne doença meningocócica C. Pode ser substituída pela Meningocócica ACWY, oferecida agora também na rede pública.

✓ Meningocócica ACWY

A ACWY protege contra a bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y, por isso é mais completa que a C.

Meningocócica B

Oferecida apenas nas clínicas particulares. Aos 3 meses, o bebê recebe a 1ª dose.

Aos 4 meses

✓ Pentavalente

Esta é segunda dose daquela vacina que foi dada aos 2 meses. Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções por Haemóphilus influenzae tipo B. Nas clínicas particulares, é substituída por outra vacina Pentavalente, que previne difteria, tétano, coqueluche, poliomielite VIP e infecções por HiB, que é chamada de acelular e causa menos reações do que a vacina oferecida na rede pública.

✓ Vacina Inativada Poliomielite (VIP)

Segunda dose da vacina que previne a poliomielite ou paralisia infantil. Quem tomou a vacina Pentavalente da rede particular, já recebeu a segunda dose da vacina de poliomielite.

✓ Pneumocócica 10 Valente

Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo. Esta é a segunda dose. Nas clínicas particulares, essa vacina é substituída pela Pneumocócica 13 Valente, mais completa do que a 10 Valente.

✓ Rotavírus

Previne diarreia por rotavírus – 2ª dose.

Aos 5 meses

✓ Meningocócica C

Segunda dose da vacina. Pode ser substituída pela Meningocócica ACWY, oferecida agora também na rede pública.

✓ Meningocócica ACWY

Protege contra a bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y, por isso é mais completa que a Meningocócica C, da rede pública.

✓ Meningocócica B

Segunda dose dessa vacina, oferecida nas clínicas particulares.

Aos 6 meses

✓ Pentavalente

Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB – 3ª dose. Nas clínicas particulares, é substituída pela Hexavalente, que previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, poliomielite e infecções por HiB. Causa menos reações do que a vacina da rede pública.

✓ Vacina Inativada Poliomielite (VIP)

Terceira dose da vacina que previne poliomielite. Se o bebê receber a vacina Hexavalente em uma clínica particular, já estará protegido contra a Poliomielite.

✓ Pneumocócica 10 Valente

Esta é a terceira dose dessa vacina que previne as doenças causadas pelo Pneumococo. Pode ser substituída pela Pneumocócica 13 Valente, oferecida nas clínicas privadas, mais completa que a Pneumocócica 10 Valente.

✓ Rotavírus

Segunda dose da vacina que previne diarreia por rotavírus.

✓ Influenza

A vacina contra a gripe é dada em épocas de maior incidência da doença. Na primeira vez que a criança recebe a vacina deverá tomar a segunda dose um mês após a primeira dose. Depois, uma vez por ano.

✓ Meningocócica C

Reforço da vacina que previne a doença.

✓ Varicela (catapora)

Apenas nas clínicas particulares, em alguns lugares, ela já é associada à vacina Tríplice Viral. Esta é a primeira dose.

✓ Hepatite A

Primeira dose da vacina que previne a doença. Aos 15 meses

✓ DTP

Primeiro reforço da vacina que previne difteria, tétano e coqueluche. Nas clínicas particulares, é aplicado reforço da Pentavalente (previne difteria, tétano, coqueluche – DTP acelular -, poliomielite e infecções por HiB).

✓ Vacina Oral Poliomielite (VOP)

Primeiro reforço. Caso tenha sido aplicado o reforço da Pentavalente, já está protegida contra a Pólio.

✓ Pneumocócica 13 Valente

Reforço, pode ser oferecida dos 15 aos 18 meses, apenas nas clínicas particulares. Quem toma no sistema público de saúde recebe o reforço aos 12 meses com a Pneumocócica 10 Valente.

✓ Tetra viral ou tríplice viral + varicela

Reforço da vacina que previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora.

Aos 18 meses

✓ Hepatite A 

Segunda dose da vacina que previne a doença.


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Pai de Davi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Pai de Davi não concorda com posição do filho e decide ir morar com Mani

Imagem Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Família

Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Copo Stanley - Divulgação

Super desconto

App Day Amazon: os famosos copos térmicos da Stanley com até 55% de desconto

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto do filhos - Reprodução/ Instagram

Família

Isabella Fiorentino explica o motivo de não mostrar o rosto dos filhos em fotos nas redes sociais

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer