Recém-Nascido

Portugal tem lista de nomes proibidos para registro de bebês

Uma lista de restrições regula os registros

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

As letras "i" dos nomes não podem ser trocadas pelo "y" (Foto: Shutterstock)

As letras “i” dos nomes não podem ser trocadas pelo “y” (Foto: Shutterstock)

Escolher o nome do bebê que está a caminho é uma das tarefas que mais exigem diálogo entre os pais. Muitas vezes, os nomes vêm cheios de criatividade ou homenagens a avós, artistas, entre outras personalidades. Em Portugal, nem tudo é tão livre assim, existe uma lista de restrições na hora de registrar os filhos.

Leia também

Guia de nomes

Anúncio

FECHAR

23 nomes de meninas inspirados na Primavera

Os nomes mais comuns no Brasil

Segundo informações do site do Ministério da Justiça de Portugal, através do Instituto de Registros e Notoriado, a medida é para evitar que os nomes sejam muito estrangeiros ou que as adaptações dificultem a pronúncia, assim como a identificação do gênero.

As autoridades restringem que as letras como “L” ou “N” sejam duplicadas; que o “I” seja trocado pelo “Y”; assim como o nome deve ser adaptado de acordo com a ortografia, grafia e fonética do idioma. Exceções são feitas apenas quando um dos pais é estrangeiro. Quem não estiver de acordo com as regras, pode entrar com processo do Ministério da Justiça.

A lista completa possui 80 páginas e você pode conferir aqui. Alguns dos nomes são bem comuns no Brasil, veja:

– Alessandra
– Andressa
– Caroline
– Daiane
– Edson
– Elisângela
– Elizabete
– Elvis
– Emerson
– Evelyn
– Felipe
– Gael
– Geovana
– Geovani
– Heloisa
– Heloise
– Jane
– Jennifer
– Jonatan
– Kaique
– Laerte
-Luiz
– Mariane
– Matheus
– Monique
– Natalie
– Sophia
– Tatiane
– Theo
– Tomaz
– Thiago
– William

5,5 milhões de crianças não têm nome do pai registrado em documento

O dilema do nome

Você sabe qual é o nome mais popular mundialmente?