Notícias

Os nomes mais comuns no Brasil

Aqui alguns nomes se tornam comuns por causa da fama de algumas figuras populares, como Pelé.

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Você sabe quais são os nomes mais comuns no Brasil? Se você pensou em João e Maria, pensou certo. Estes dois nomes como Antônio e José nunca saíram de moda, segundo pesquisa da revista Superinteressante, que ranqueou os 50 nomes mais comuns por aqui. Mas no geral os nomes preferidos do Brasil variam em cada época e podem ser baseados nas pessoas que fazem história. Por exemplo, entre os anos 60 e 70 foi a única época em que o nome Edson estava entre os mais escolhidos, bem quando Pelé vivia o ápice de sua carreira.

Veja nosso guia de nomes

Anúncio

FECHAR

Nomes como Sebastião, Benedito, Rosa e Joaquim costumavam ser muito comuns para as crianças nascidas entre 1920 e a década de 50. Mas depois disso deixaram de ser escolhidos. Sebastião, por exemplo, estava como terceiro nome mais escolhido nessa época. Hoje em dia não se escuta mais falar em recém-nascidos com este nome. Já João, se manteve como o segundo nome mais escolhido durante décadas, ficando um pouco menos popular nos anos 2000.

Mas há os novos nomes, que antigamente nem passava pela cabeça das pessoas. Rafael apareceu entre os anos 80 e 90, sendo o primeiro nome mais escolhido em 1990, e até hoje é o preferido de muitos pais. Já Ricardo, entra na lista na década de 70, mas logo já saiu de moda e não voltou mais.

Entre as décadas de 30 e 50, quando o rádio atingia o auge no Brasil, muita gente se baseava nas vozes famosas para nomear seus filhos. Exemplo disso é que o nome Dalva cresceu 130%, e fazia referência a Dalva de Oliveira, do Trio de Ouro, artista popular da era do rádio. E Neusa aumentou em 231% por causa de Neusa Maria, “a voz do rádio”.

Outros nomes de famosos tiveram sua época de fama de acordo com os artistas que ganhavam o público. Roberto, Silvio, Simone e até mesmo Isabella, mais recentemente, por causa da fama do filme norte-americano Crepúsculo. Mas teve quem perdeu a popularidade e levou o nome consigo. Fernando não era nada popular na década de 90 por causa do ex-presidente Fernando Collor.

Em 2012 os nomes femininos mais comuns foram: Sophia, Julia, Isabella, Alice, Manuela. E os masculinos: Miguel, Arthur, Davi, Gabriel e Lucas, que é um dos mais comuns desde os 90 até hoje.

Na revista você pode conferir um gráfico com os 50 nomes mais comuns desde a década de 20 até os dias de hoje. Além de saber qual a época em que cada um era mais comum, chegando a ser o mais escolhido ou desaparecendo. Segundo a Super Interessante, é possível contar a história de um país com nomes que escolhemos para os nossos filhos.