Pais

Veja os principais cuidados para curtir o Carnaval de rua com os bebês

Proteger o ouvido das crianças é um deles

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

como curtir o carnaval com bebês de colo

Os principais problemas do carnaval são o sol, a música e a aglomeração. Saiba o que fazer (Foto: Shutterstock)

Mães que gostam de curtir o Carnaval, às vezes, acabam deixando a festa de lado enquanto os filhos são pequenos. Mas não precisa ser assim. Existem blocos preparados para a família toda, inclusive para pais e mães com crianças de colo. O bloquinho Tindotetê, que saiu no último final de semana em São Paulo, é um exemplo disso. Dos mais novos aos mais velhos, a intenção é que todos pudessem participar.

Pâmela Matos, mãe de Elis, de 5 meses, é uma das organizadoras e foi pela primeira vez com a filha em um bloquinho e estava tranquila. “A gente orienta que os participantes não levem nenhuma espuma ou material que pode ser agressivo para criança”, comenta.

Leia também

Anúncio

FECHAR

Grávidas e bebês precisam de cuidados dobrados no verão

Sem se perder no Carnaval

Caindo na folia

“O Carnaval é para todo mundo. Com bom senso e cuidado dá para se divertir independentemente da idade”, afirma a pediatra e neonatologista Vânia Gato Medeiros, filha de Célio e Vanja, integrante do comitê organizador do Tindotetê. A especialista dá as dicas de quais cuidados os pais devem ter neste momento. Veja abaixo:

– Proteja o ouvido das crianças: não fique muito perto da bateria e das caixas de som. Utilize abafadores acústicos;

– Coloque no bebê roupinhas leves e arejadas ou fantasias que não causem incômodos;

– Amamente à vontade. Para crianças acima de seis meses, além do peito, ofereça água;

– Não descuide da sua hidratação também;

– Evite os horário de pico do sol (entre 10 e 16 horas) e passe protetor solar nas crianças acima de 6 anos. Chapéus e bonés são bem-vindos para todos;

– Evite locais muito aglomerados e sem rota de saída;

– Caso o bloquinho não ofereça estrutura para trocar fraldas, o ideal é fazer a troca antes de sair de casa;

– Sling e carrinhos são bons aliados para carregar as crianças;

– Respeite o tempo do seu filho: Se ele se sentir incomodado, encerre a programação;

– Procure bloquinhos especializados em famílias e bebês.

8 marchinhas de Carnaval

Sem ideia de fantasia para a criançada? Inspire-se em 14 modelos