Pais

5 dicas para escolher a escola de idiomas do seu filho

Antes dele começar a estudar outra língua veja essas recomendações

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

aprender inglês

(Foto: Shutterstock)

Aprender outra língua é cada vez mais importante hoje em dia. Tem muita opção de escola por aí, mas como escolher o idioma e a educação mais adequada para as crianças?

 1 – Carreira x Tradição  

Algumas famílias gostam que a criança aprenda a língua dos seus descendentes por conta de tradição. Outras pensam mais nas oportunidades de empregos que podem surgir no futuro para o filho se ele souber determinado idioma.

Anúncio

FECHAR

“Independente da razão, a criança deve se envolver afetivamente com os idiomas que estuda para que tenha um desenvolvimento sólido”, afirma Vinicius Nobre, filho de Maria Cristina e José Roberto e gerente acadêmico da Cultura Inglesa São Paulo.

2 – Priorize a tradição da escola

Após decidir entre tradição familiar e carreira, também é importante se interessar por conhecer bem a escola. Algumas podem até ensinar mais de uma língua, mas sempre têm o “carro chefe”.

3 – A opinião dos pequenos também importa

 Em alguns momentos, as crianças realmente não podem escolher. O adulto é que sabe melhor o que é mais seguro e saudável, mas na hora de escolher o idioma e a escola a criança deve ficar por dentro das opções.

A aprendizagem de um novo idioma deve ser um processo leve e prazeroso para as crianças. “Por isso, é importante que a criança participe de tudo de escolha e se sinta bem no ambiente onde estuda”, esclarece o gerente acadêmico da Cultura Inglesa São Paulo.

4 – Busque recomendação de amigos

Não tem jeito. Amigos e família realmente são tudo! Eles podem nos ajudar nesse momento da escolha da língua e da escola de idiomas. Peça indicações e pergunte como foi a experiência dos filhos deles.

5 – Analise a proposta pedagógica e a metodologia da escola

 A qualidade do ensino do outro idioma depende muito da sua missão e do posicionamento da escola.  O gerente acadêmico da Cultura Inglesa São Paulo lembra que os professores devem saber lidar com crianças de diferentes faixas etárias e ter proficiência no idioma. É fundamental que a equipe pedagógica seja comprometida com a carreira de ensino de idiomas e que passe por frequente capacitação e desenvolvimento profissional.”

Leia também:

9 dicas para treinar o segundo idioma com seu filho no dia a dia

5 formas de ajudar as crianças a gostarem de inglês

Lego é usado como método de ensino de inglês para crianças