Gravidez

Uma a cada dez grávidas é diagnosticada com covid-19: saiba os cuidados para se proteger

Veja as principais dúvidas sobre coronavírus na gravidez - iStock
iStock

Publicado em 28/09/2020, às 10h09 - Atualizado às 14h00 por Cinthia Jardim, filha de Luzinete e Marco


Com a pandemia de coronavírus, nasceu também a preocupação de como a doença pode interferir na gravidez. Em uma revisão sistemática realizada com 77 estudos pela BMJ, no Reino Unido, é apresentado que 1 em cada 10 gestantes foi hospitalizada com diagnóstico de covid-19 e destas, cerca de 3/4 eram assintomáticas.

Veja as principais dúvidas sobre coronavírus na gravidez (Foto: iStock)

Apesar do assunto ainda causar incertezas, se sabe até agora que pacientes grávidas podem ter os mesmos riscos e complicaçõesdaquelas que não estão. “A maioria das doenças virais respiratórias, costumam se complicar mais em gestantes, por isso, logo no início se colocou as grávidas como grupo de risco para o coronavírus”, explica Paulo Gallo, pai de Júnior e Breno, e Maria Cecília, mãe de Luciana e Giovanna, especialistas em reprodução humana assistida e diretores-médicos do Vida – Centro de Fertilidade.

Em entrevista à Pais&Filhos, os especialistas esclareceram as principais dúvidas sobre a contaminação por coronavírus na gravidez e os riscos que a doença pode trazer tanto para a mãe, como para o bebê e a família. Além disso, os médicos também explicaram se existem perigos às mulheres que são assintomáticas.

Meu filho pode contrair covid-19 durante o parto?

De acordo com Paulo Gallo e Maria Cecília, diversos agentes infecciosos podem passar pela placentano caso da transmissão vertical. Para o coronavírus, “ainda não temos evidência alguma da transmissão vertical – nem durante a gestação, passando através da placenta, por essa permeabilidade que ela teria a alguns agentes infecciosos, nem durante o trabalho de parto, ou o parto propriamente dito”.

O vírus pode causar complicações durante o parto?

Apesar da possibilidade ser comentada entre pesquisadores, eles ressaltam que a resposta não é certa, pois o parto prematuro, por exemplo, pode acontecer por outros motivos. “Em especial neste estudo, não se tem certeza se os partos prematuros foram em função da infecção pelo Covid-19 ou pelo simples fato do momento de estresse que aquela mulher estava vivendo e que acelerou o nascimento do bebê. Então, mais estudos precisam ser realizados para que possa se chegar a essas conclusões”.

3/4 das grávidas hospitalizadas não apresentam sintomas (Foto: iStock)

Os riscos para as grávidas com coronavírus pode ser maior? Como fica o bebê?

Segundo estudos comentados pelos especialistas, os riscos de complicações como, por exemplo, internar e entubar, é o mesmo para grávidas e não grávidas. Para o embrião, apesar de alguns casos apontarem recém-nascidos já com o vírus, não se tem certeza se ele pode ou não passar pela placenta. “Nesses casos, não implicaram em riscos maiores para os bebês. Todos eles se recuperaram muito bem”.

Estou grávida e tive contato com alguém que testou positivo para covid-19. O que devo fazer mesmo não tendo sintomas?

“Com relação aos cuidados, toda grávida, que tiver tido contato com o Covid-19, deve ser testado, principalmente com PCR nasofaringe. Caso confirmada a infecção, essa paciente deve ficar em isolamento por 14 dias e o tratamento, em princípio assintomático. Em caso, de alguma assintomatologia de febre e dor, tomar analgésicos, anti-inflamatórios, complexos de vitaminas e aguardar a recuperação. Em caso de piora da função respiratória, da diarreia, com comprometimento maior do estado físico, a paciente deve ser encaminhada para o hospital”, explicam. Vale lembrar ainda que a quarentenade 14 dias é importante para evitar que a grávida transmita o vírus para outras pessoas da família.

Meu resultado deu positivo. Quais cuidados preciso seguir na gravidez?

Como primeiro passo, Paulo Gallo e Maria Cecília recomendam que a grávida fique mais em casa, tenha uma boa alimentação, se hidrate bastante e caso apresente qualquer sintoma diferente, procure um médico. “A qualquer sinal de piora da doença, como por exemplo, a falta de ar, febre alta, tem que procurar o médico. Se for o caso, ter uma internação para controlar melhor o quadro clínico daquela paciente”, concluem.


Leia também

O menino de apenas dois anos aprendeu três idiomas - (Foto: Arquivo pessoal)

Família

Menino baiano que leu e escreveu com apenas 1 ano aprende inglês, russo e coreano aos 2 anos

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Isis Valverde e Marcos Buaiz remarcam data do casamento após diagnóstico de câncer

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

João Fernandes conta que está morando com a mãe após se tornar pai solo aos 22 anos

Ticiane Pinheiro e Cesar Tralli - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Ticiane Pinheiro fala sobre decisão difícil para o casamento e família: "Coração fica acelerado"

Virginia e Zé Felipe - Reprodução: Instagram

Família

Sete suítes, piscina, cinema, adega e 7 mil m²: Veja fotos da nova mansão de Virginia e Zé Felipe

Lore Improta disse quando pretende ter o segundo bebê - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família vai aumentar! 👨‍👩‍👧‍👦

Lore Improta fala sobre a chegada do 2º filho com Léo Santana: 'Curtir nossa família'

Neymar comenta foto de Bruna Biancardi e Mavie em campo - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Neymar posta foto de Bruna Biancardi e Mavie em campo de futebol: “Meus amores”