Gravidez

Parto humanizado na água diminui dor e gera benefícios para a mulher, mostra estudo britânico

O parto na água permite uma melhor irrigação sanguínea para a mulher, melhor relaxamento muscular e a dilatação do colo do útero ocorrer de forma mais acelerada - Freepik
Freepik

Publicado em 07/07/2022, às 13h49 por Carolina Ildefonso, mãe de Victor


Pesquisa, divulgada pela revista britânica BMJ, mostra que mulheres que tiveram parto humanizado na água sentiram menos dor e também diminuiu a necessidade de intervenções médicas. O estudo utilizou dados de 157.546 nascimentos realizados em unidades obstétricas, casas de parto ou ambientes domiciliares no Reino Unido.

Mulher engravida de dois pares de gêmeos idênticos de forma espontânea, após sofrer quatro abortos
O parto na água permite uma melhor irrigação sanguínea para a mulher, melhor relaxamento muscular e a dilatação do colo do útero ocorrer de forma mais acelerada (Foto: Freepik)

Segundo os pesquisadores, os resultados foram positivos para as mulheres. Foi observado que nesses casos reduziu o número de aplicação de anestesias epidurais, injeções de opióides e hemorragias pós-parto. Além disso, as gestantes relataram que sentiram menos dor com essa experiência e foram menos submetidas à episiotomia, incisão feita na região do períneo para ampliar o canal de parto.

Dar à luz em uma banheira se tornou uma das maneiras mais populares de parto nos últimos anos porque ele traz muito conforto para a grávida. “O parto na água permite uma melhor irrigação sanguínea para a mulher, melhor relaxamento muscular e a dilatação do colo do útero ocorrer de forma mais acelerada. Isso tudo reduz a dor tanto para a mulher, como também promove melhor bem-estar ao bebê. É também um dos que menos trauma causa à criança, que sofre menor interferência de luz e som durante seu nascimento”, explica a obstetra, sexóloga e mãe de Giulia e Isabella, Erica Mantelli.

No entanto, é preciso ficar de olho: não são todas as mulheres que podem dar à luz na água. Mulheres com bebês acima de quatro quilos, diabéticas, gestações de alto risco ou com alguma complicação, que precisam ser monitoradas com frequência muitas vezes não conseguirão realizar o parto na água por causa das questões de saúde dela e do filho.

Assista o POD&tudo, o podcast da Pais&Filhos.



Leia também

O menino de apenas dois anos aprendeu três idiomas - (Foto: Arquivo pessoal)

Família

Menino baiano que leu e escreveu com apenas 1 ano aprende inglês, russo e coreano aos 2 anos

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Isis Valverde e Marcos Buaiz remarcam data do casamento após diagnóstico de câncer

Virginia e Zé Felipe - Reprodução: Instagram

Família

Sete suítes, piscina, cinema, adega e 7 mil m²: Veja fotos da nova mansão de Virginia e Zé Felipe

Zé Felipe disse que ficou com medo da filha - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Zé Felipe se assusta ao ver Maria Alice conversando com irmão de Leonardo: “Não é, tio Leandro”

Sorocaba, Biah Rodrigues e filhos - Reprodução: Instagram

Família

Sorocaba faz desabafo emocionante sobre os filhos: 'Mudou minha vida’

Essa é a primeira vez que Ana Hickmann mostra os hematomas - (Foto: Reprodução/ Domingo Espetacular)

Família

Ana Hickmann mostra hematomas de agressão pela 1° vez durante palestra sobre violência doméstica

Neymar comenta foto de Bruna Biancardi e Mavie em campo - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Neymar posta foto de Bruna Biancardi e Mavie em campo de futebol: “Meus amores”