Gravidez

Coronavírus duplicou o número de mortes de grávidas e puérperas em 2021

Imagem Coronavírus duplicou o número de mortes de grávidas e puérperas em 2021

Publicado em 20/04/2021, às 12h32 por Luiza Fernandes, filha de Neila e Mauro


O número de mulheres grávidas e puérperas – isto é, mães de recém nascidos – vítimas da covid-19 dobrou em 2021 em comparação a média de mortes registrada em 2020. Além disso, o número de mortes nesse grupo teve um maior aumento em comparação a outras parcelas da população, segundo análise feita pelo Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBr Covid-19).

Segundo o Observatório, uma média de 10, 5 grávidas e puérperas morreu por semana de covid-19 em 2020. Porém, em 2021, esse número havia subido para 25, 8 até 10 de abril. Dessa maneira, um aumento de 145, 4% na média semanal de óbitos desse grupo foi registrada, em comparação aos 61, 6% de crescimento de mortes da população geral.

Em entrevista realizada pela Agência Brasil, Rossana Francisco confirmou que a mudança deve estar nas medidas e no tratamento dessas mulheres, que deve ser diferenciado e especializado: “Mulheres precisam conhecer esses dados e entender que gestantes e puérperas são um grupo de maior risco do que a população geral. Quando elas pegam covid-19, o risco que elas têm de evoluir para uma forma grave e precisar de uma UTI e de uma intubação é maior do que temos na população geral”. E completa: “Já temos uma rede de saúde que não é muito organizada para atenção a casos graves para este público, deixando claro que realmente temos uma dificuldade na atenção para a saúde da mulher, especialmente gestante e puérpera”. 

Dados do órgão ainda mostram que no Brasil 1 em cada 5 mulheres desse grupo não conseguiu tratamento em UTI, e que não houve a possibilidade de intubação em um terço das mortes. A crise sanitária no país se revelou, nessa perspectiva, um dos principais motivos para o elevado aumento de perdas dessas mulheres.

O Governo Federal afirmou em coletiva de imprensa que destinou 1 bilhão de reais para o tratamento de mulheres desse grupo, de acordo com balanço de 2020 e 2021.

É necessário redobrar os cuidados com grávidas e puérperas durante a pandemia (Foto: Freepik)

Dito isso, a médica também presidente da Associação de Medicina e Obstetrícia do Estado de São Paulo (Sogesp) reafirma a necessidade de redobrar os cuidados com as grávidas e mães de recém nascida em tempos de pandemia – através do uso de máscaras, distanciamento social e trabalho em home office. “Quando elas pegam covid-19, o risco que elas têm de evoluir para uma forma grave e precisar de uma UTI e de uma intubação é maior do que temos na população geral”, Rossana complementa.

No último sábado, 17 de abril, o Ministério da Saúde declarou em coletiva de imprensa a autorização da vacinação de mulheres grávidas – desde que sejam integrante de algum grupo prioritário da vacinação, como profissionais de saúde, ou que apresente alguma comorbidade que aumente o risco da covid-19. Essas comorbidades podem ser diabetes, hipertensão arterial crônica, obesidade (IMC maior ou igual a 30), doença cardiovascular, asma brônquica, imunossuprimidas, transplantadas, doenças renais crônicas e doenças autoimunes.

Entretanto, o Ministério afirma desejar incluir todas as grávidas e puérperas como grupo prioritário no plano de vacinação. Segundo declarado em coletiva de imprensa por Raphael Câmera Medeiros Parente, secretário da Atenção à Saúde Primária:  “Praticamente todos os especialistas em ginecologia obstetrícia têm uma sugestão e pedem com bastante força que todas gestantes entrem nesta recomendação, já estamos em tratativas avançadas”.


Leia também

Fernanda Paes Leme fala sobre hormônios após expor crise na amizade com Bruno Gagliasso - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Fernanda Paes Leme comenta sobre fim da gravidez em meio a afastamento de Bruno Gagliasso

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Gêmeas siamesas falam sobre relacionamento - (Foto: reprodução/TikTok)

Família

Gêmeas siamesas falam sobre relações íntimas após uma assumir namoro

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção

Post de Bruno Gagliasso é interpretado como indireta para Fernanda Paes Leme - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Texto de Bruno Gagliasso depois de Fernanda Paes Leme revelar distanciamento é visto como indireta

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Manu Bahtidão desiste de fazer apresentação no aniversário de Lua e se diz envergonhada - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Manu Bahtidão pede desculpas e dá veredito sobre polêmica na festa de Lua