Família

TikTok lança campanha digital que te ajuda a controlar o que seu filho vê e posta no aplicativo

Com a campanha, agora pais poderão controlar tempo de uso diário dos filhos na rede social - Divulgação
Divulgação

Publicado em 19/12/2022, às 12h09 por Marcela Guimarães, filha de Rita de Cássia e Sérgio


A plataforma global TikTok é acessada por mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo. Com isso, seu comprometimento com a segurança de crianças e adolescentes dentro da plataforma é essencial. Na última terça-feira, 13 de dezembro, o aplicativo lançou a campanha digital educativa “Segurança Tamanho Família”, que tem como objetivo dar visibilidade às mais diversas ferramentas disponíveis na plataforma, oferecendo mais proteção para a integridade de crianças e jovens com mais de 13 anos que usam o TikTok.

Com a campanha, agora pais poderão controlar tempo de uso diário dos filhos na rede social (Foto: Divulgação)

Sincronização Familiar

A plataforma oferece maneiras eficazes de adicionar uma proteção funcional para o público mais jovem. “Perfis de menores de 13 anos são removidos quando identificados por meio de tecnologia e moderação humana. Vale lembrar que o TikTok tem uma classificação 12+ na App Store e é listado como “Orientação dos pais recomendada” na Play Store do Google, que permite que os pais usem controles no nível do dispositivo para impedir que seus filhos baixem o aplicativo”, explica Julia Kahn, líder de Brand Marketing do TikTok na América Latina.

Entre os principais recursos, está a ferramenta de sincronização familiar. A funcionalidade permite ao responsável poder vincular a própria conta com a dos filhos e definir questões como: tempo de tela diário, restringir apresentação de conteúdo que pode não ser apropriado para a idade do filho, definir se o jovem pode fazer pesquisa de conteúdo dentro da plataforma, se o perfil do filho pode, ou não, aparecer como sugestão para outras pessoas e decidir quem pode comentar nos vídeos produzidos pelo mais novo. Inclusive, agora é possível decidir até se o usuário menor de idade pode, ou não, fazer buscas dentro do TikTok.

TikTok também conta com um Centro de Segurança online, que traz mais recursos de controles de segurança e privacidade (Foto: Divulgação)

O novo recurso pode ser ativado na opção “Sincronização Familiar”, que fica dentro das configurações do próprio aplicativo, onde o pai, mãe ou tutor vincula sua conta à do menor de idade através de um QR Code. Logo em seguida, o adulto poderá checar as configurações da conta do jovem, como o tempo de uso diário, modo restrito e privacidade e segurança.

Segurança e bem-estar de menores de idade no TikTok

Em tempos em que diversas trends e desafios perigosos surgem nas redes sociais, como o desafio do apagão e a trend de “fumar cotonete”, é fundamental saber o que o seu filho está consumindo no meio digital. De acordo com Julia, o TikTok monitora conteúdos que possam colocar em risco a segurança de crianças e adolescentes. “A segurança e o bem-estar de nossa comunidade são nossa prioridade e não permitimos conteúdo que promova ou incentive atos perigosos, e removemos vídeos que violam nossas Diretrizes da Comunidade a fim de desencorajar esse tipo de comportamento. Quando recebemos denúncias sobre um desafio perigoso ou prejudicial circulando online, nós investigamos. Às vezes, não encontramos evidência de uma tendência, mesmo quando os avisos estão sendo amplamente compartilhados e informados em outras plataformas ou na mídia. Por isso, contamos com um Centro de Segurança online, que traz mais recursos de controles de segurança e privacidade, como configuração de conta, controles de comunidade e de conteúdo, para que a nossa comunidade avalie se determinada conduta pode colocá-la em risco ou não”, explica.

Novas ferramentas destinadas à família inseridas na plataforma (Foto: Divulgação)

Ainda segundo a líder de Brand Marketing do TikTok na América Latina, o aplicativo usa uma combinação de tecnologia e revisão humana para identificar os vídeos que violam as políticas. “Caso alguém veja algum conteúdo que acredite que esteja violando nossas Diretrizes da Comunidade, temos ferramentas para que os usuários possam reportar. Também usamos uma tecnologia que alerta nossas equipes de segurança sobre aumentos repentinos na violação de conteúdo vinculado a hashtags, o que nos permite identificar com mais precisão comportamentos potencialmente perigosos. Além disso, temos ferramentas para personalizar a experiência de visualização na plataforma, entre elas um recurso que permite ocultar vídeos nas páginas “Para Você” ou “Seguindo” por meio de palavras ou hashtags”, indica Julia. Para saber mais detalhes sobre as novas informações, você pode acessar as Diretrizes de Comunidade do TikTok, que explica detalhadamente sobre a segurança de menores.

Confira tudo o que rolou no 14º Seminário Internacional Pais&Filhos!


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Menino de 1 ano m0rre após caso de descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"